Manaus, 9 de agosto de 2022
×
Manaus, 9 de agosto de 2022

Shareting


Oi! Você posta bastante sobre a vida dos seus filhos nas redes sociais? É tia babona, madrinha orgulhosa ou papai e mamãe querendo manter um diário virtual para (re) conferir no futuro? Saiba que vocês não estão sozinhos nesse movimento! 

(Foto: Arquivo Pessoal)

Segundo uma pesquisa britânica, a quantidade de fotos em média que iremos compartilhar de nossas crianças é de até 1000 fotos antes mesmo que elas atinjam 5 anos. Parece inacreditável, concordam?

Por isso mesmo que especialistas de educação e comportamento estudam o fenômeno shareting, uma combinação, em inglês, das palavras share (compartilhar) e parenting (parentalidade).

Trata-se de quão saudável, relevante ou prejudicial essas publicações nas redes sociais (e também aplicativos de mensagens, sites, youtube e demais mídias compartilhadas) podem ser.

Hoje tudo é compartilhado na maioria das famílias. Para as que tem crianças, as redes sociais são usadas para registrar momentos, guardar recordações e até mesmo montar rede de apoio, no caso de mães com filhos pequenos ou mães de primeira viagem. Há também as trocas de experiências, dicas de viagens, itens de enxoval ou venda de roupinhas e produtos poucos usados. Uma rica fonte de informações e aprendizados.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Muito comum publicarmos momentos felizes e fotos e vídeos de nossos filhos nas redes sociais. E é exatamente esse ponto que preocupa. Como administramos situações que podem deixar as crianças e jovens em situações vexatórias, aquelas que certamente vão fazer com que eles sintam vergonha ou desconfortáveis no futuro.

Pensando nisso, resolvi listar algumas ações para evitarmos “passar do ponto” com as nossas crianças:

1 – Registrar momentos de birra pode até ser engraçadinho em um primeiro momento, mas coloca a criança em uma situação frágil, expondo um comportamento não adequado e que provavelmente ela não se orgulharia no futuro. Muitos desses momentos podem até virar motivo de chacota ou bullying na escola. 

2 – Tirar foto de tudo, no melhor estilo “cada sorriso um flash” pode parecer fantástico, mas faz perder tempo de qualidade com as crianças. Na brincadeira ela quer brincar, interagir, contato direto com a mãe e/ ou pais e coleguinhas. Sem contar com o tempo que levamos postando, respondendo comentários e esperando as adoráveis curtidas. 

3 – Colocar fotos de crianças sem roupa ou com pouca roupa. Uma exposição realmente necessária? Lembrando que nunca vamos ter a exata certeza de quem está acompanhando ou em que lugares estamos adentrando com as nossas postagens. Resguardar nossas crianças precisa partir dos pais, dos adultos da relação. 

Eu acho que a palavra equilíbrio cabe bem quando o assunto é Shareting.  A relação precisa ser de trocas saudáveis e respeitosas. Essa criança irá crescer e pode se sentir vulnerável na adolescência, dependendo de como sua vida infantil foi exposta.

Se vocês tem filhos adolescentes, respeitem as individualidades. Nem sempre os jovens vão querer expor momentos. Estabeleçam um elo de confiança com o seu filho (os) e perguntem se tudo bem você compartilhar uma conquista ou algo importante, do qual vocês, pais, se orgulham. 

Na dúvida, uma excelente pergunta para se fazer antes de publicar algo seria “e se fosse eu nesse contexto, se o post fosse sobre mim, será que eu iria gostar?” 

Lembrando que o comportamento dos pais serve de espelho para os filhos. Pais que passam muito tempo nas redes sociais terão dificuldades de mediar esse tempo de exposição com seus filhos, independente da idade. 

Minha opinião? Equilíbrio! Avaliar sempre a forma como estamos gastando as nossas valiosas 24h porque um dos princípios para uma vida mais plena é justamente entender que o tempo é um ativo muito importante para uma vida mais feliz e produtiva.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão . Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code