Manaus, 18 de janeiro de 2022
×
Manaus, 18 de janeiro de 2022

Humor, uma ferramenta poderosa na criação dos nossos pequenos

Olá, leitores, quem não ama uma boa gargalhada de criança? Apaixonante! Rir, aliás, traz benefícios em todas as idades.

A risada é socialmente contagiosa, abre portas e quebra gelo, facilitando na construção de novas amizades. Pais que constroem relacionamentos baseados no humor e leveza educam filhos para serem mais felizes.

O comportamento de rir junto cria laços que impactam positivamente na vida adulta, como na tomada de decisões, estímulo a criatividade e aumento de produtividade.

Ter senso de humor é vital para uma vida mais plena.

Mas é preciso praticar diariamente e de forma sadia para que seu filho possa aprender e transformar em hábito.

A piada, por exemplo, pode ser grande aliada se usada de maneira correta: diminui níveis de tensão e até promove mudança de comportamento. Segundo especialistas, deixar as crianças contarem piadas ou contar piadas para as crianças possibilita que um elo afetivo ainda maior seja criado.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Mas atenção, piadas politicamente incorretas, ofensivas ou preconceituosas precisam ser descartadas porque são totalmente contrárias a sentimentos positivos como respeito, altruísmo e compaixão. E isso deveria ser um padrão de conduta a ser transmitido para as crianças desde a tenra infância. Filhos aprendem por exemplo.

Sei que estamos atravessando momentos difíceis e de grandes vulnerabilidades onde a missão educar está cada dia mais desafiadora, não é verdade? Especialmente quando temos várias tarefas para serem desempenhadas. Vale pesquisar, ler, achar estratégias que equilibrem essa sobrecarga. Separei algumas dicas valiosas:

  1. Sempre que possível, entre no mundo da brincadeira; Você pode criar situações exageradas, fora do padrão, tipo, “hoje estou com tanta fome que comeria banana com casca e tudo”. Cada idade, uma forma de brincar.
  2. Estabeleça códigos secretos, algo engraçado que só você (vocês), em família, faz: eu sempre arremesso meu “coração imaginário” para a Duda e Valentina e elas precisam estar espertas, não podem deixar cair. Sempre damos boas risadas com essas situações inusitadas.
  3. Leia textos engraçados e invente histórias divertidas antes de colocar seu pequeno para dormir, fortalece vínculos afetivos e emocionais.
  4. Invente danças malucas e registrem momentos de muita gargalhada
  5. Faça uma sessão cinema escolhendo filmes que tenham humor associado a alguma mensagem positiva. Sugestões: Detona Ralph da Disney, Divertida Mente da Pixar, Wall-E Disney/Pixar

Viver em um ambiente bem humorado gera uma sensação de segurança e muito mais proximidade na relação pai e filho, além de mostrar que a vida pode ser divertida, mesmo com adversidades.

Mais ganhos? Humor é fundamental para a vida escolar, social e para aumentar a alegria de nossos filhos. No futuro, serão adultos mais aptos a enfrentarem situações adversas, com menores chances de ficarem de “mimimi”, os famosos “ranzinzas” que reclamam por tudo ou mal humorados que fazem tempestade pelas mínimas situações.

Rir é mesmo terapêutico, fortalece o coração e te enche de bem estar. Deixa o riso entrar na sua casa e alma.

Por mais expressões faciais no mundo!

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão . Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

2 Comentários

  1. Mara Froes Patriani Responder

    Excelente matéria, traz muitas dicas e ideias legais para os casais e seus filhos nesse tempo de confinamento. Texto leve, prático e fácil de assimilar, talento de Suymara Braga. Gostei demais!

  2. Mara Froes Patriani Responder

    Ótima matéria, importante para as famílias nesses dias de confinamento. Rir é o melhor remédio. Parabéns, Suymara Braga!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code