Manaus,
×
Manaus,

A inveja nossa de cada dia

É muito folclore, porém, como sou nascida aqui, sei dos méritos, mas, sei também dos nossos defeitos


ANTIGAMENTE

Na década de 1990, um saudoso coronel dizia que existia em Manaus, em torno de 1 Mil FDPs por metro quadrado. Quando a pessoa queria entender o que isso significava, ele resolvia a equação, exemplificando: “Se você chega com alguém, e pergunta, por exemplo, se conhece aquela moça, a resposta é imediata: ‘Vixe, nem se meta com ela, uma grande fdp’. O coronel (eu convivi com ele) não se dava por vencido, e continuava a indagação: E a irmã dela? “Nossa, essa é ao quadrado.”.  Aí vinha a pá de cal. E o marido?, perguntava. Os adjetivos era dois: É fdp e ainda é corno”. E assim ele ia desbravando as histórias e não tinha remendo, para ele, a maioria dos amazonenses deprecia, sem meias-palavras, o amazonense.

EM TEMPOS ATUAIS

Hoje, se o coronel vivo fosse, continuaria com as suas comparações,  porque nada mudou. Apenas os elementos. Fiquei conversando cá cós meus botões. Difícil arrancar de um nascido em Manaus, nas redes sociais, um elogio. ‘Parabéns; legal; que luxo; bacana; aproveite; viva a vida!”. O indivíduo abre o post (seria um prato-feito para meu amigo fundamentar a sua tese), olha, faz a leitura, mas não comenta e não dá like. Mas, se aquela mesma criatura perder o emprego, a maioria solta muxoxo e comenta, nas internas: “estava só vendo essa marra toda; queria só ver aonde ia parar tanta riqueza; nunca foi rico para estar luxando; de onde a mulher dele estava tirando?”

NEM CONHECE…

O fulano, porém, tem a palavra certa para julgar. É pinimba desnecessária. Sem nenhuma razão, enxovalha a vida do outro e nem o conhece, apenas ouviu falar, no melhor estilo telefone sem fio. Elogio? Raro, raríssimo. É agulha no palheiro. A internet está aí para comprovar o que acabo de escrever. Boa terça-feira,

 

PENSAMENTO DE TERÇA

APENAS IGNORE O VENENO, SÓ FAZ MAL SE VOCÊ ENGOLIR”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão . Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × dois =