Manaus, 2 de dezembro de 2021
×
Manaus, 2 de dezembro de 2021

Entrevistas

Série promove encontros inéditos entre artistas brasileiros e portugueses

Carminho, Ney Matogrosso, Nelson Motta e Adriana Calcanhotto estão na nova série "Ponte Aérea: Portugal - Brasil"


A música promove conexões além-mar – e para celebrar a parceria entre a União Brasileira de Compositores (UBC) e a Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), as organizações apresentam a série “Ponte Aérea: Portugal – Brasil“, realizada pelo canal Papo de Música, com estrelas da música dos dois países. Serão 18 episódios, durante os meses de agosto e setembro. Na estreia, o programa receberá a cantora e compositora lisboeta Carminho, dia 3 de agosto, terça-feira, às 12h. Nelson MottaAdriana CalcanhottoFafá de BelémRonaldo BastosDuda BeatTiago NacaratoRusso Passapusso Ana Moura são alguns dos destaques da programação.

Divulgação Assessoria

A série on-line contará com entrevistas às terças e quintas de agosto e setembro. Às terças-feiras, o programa receberá individualmente artistas portugueses. Já às quintas-feiras, as entrevistas serão em dupla, com a participação de um compositor brasileiro e um português. Ainda na semana de estreia, a “Ponte Aérea: Portugal – Brasil” apresentará um um bate-papo entre Ney Matogrosso e Zambujo, no dia 05 de agosto, quinta-feira, às 19h.

Os encontros serão mediados por Fabiane Pereira, jornalista e apresentadora do canal ‘Papo de Música’. A profissional já morou em Lisboa e possui relação próxima com o país e muitos artistas que farão parte do projeto. Totalmente independente, o canal é um dos raros espaços no YouTube que tem a música como protagonista, já apresentou mais de 200 entrevistas e soma mais de dois milhões e meio de plays.

As transmissões dos episódios apresentados nas terças-feiras acontecerão exclusivamente no canal ‘Papo de Música’, disponível através do link https://www.youtube.com/c/PapodeMusica. Já os programas das quintas-feiras de agosto e setembro serão transmitidos simultaneamente também no canal de YouTube da UBC: https://www.youtube.com/user/UBCMusica .

Série conecta a arte e o talento dos dois lados do Atlântico

Cantora e compositora, Carminho nasceu em meio à música: sua mãe é a conceituada fadista Teresa Siqueira. Em 2013, a artista afirmou-se como um dos principais nomes portugueses, vencendo um Globo de Ouro português e o Prêmio Carlos Paredes – ambos com dupla platina. Sua relação com o Brasil se estreitou em 2014, quando gravou música de Tom Veloso em seu álbum “Canto”, que também contou com participações de Marisa Monte, Carlinhos Brown, Naná Vasconcelos, Jaques Morelenbaum, entre outros, e se aprofundou ainda mais quando foi convidada pela família de Tom Jobim para fazer o disco “Carminho canta Tom Jobim”, acompanhada da última banda que o acompanhou.

Nome indispensável quando se trata de música brasileira, Ney Matogrosso começou sua carreira na década de 1970 ao se mudar do Mato Grosso para São Paulo e integrar o grupo Secos e Molhados, que lhe deu projeção internacional. Sua voz marcante e performances exuberantes são icônicas e influenciam até hoje – Ney foi considerado pela revista Rolling Stone a terceira maior voz brasileira de todos os tempos, assim como o trigésimo primeiro maior artista brasileiro de todos os tempos. Ao longo de sua carreira acumulou mais de 20 álbuns.

Zambujo e Ney Matogrosso (Divulgação Assessoria)

Zambujo, músico alentejano, já foi chamado de “o mais brasileiro dos portugueses” – seu trabalho mais recente, o álbum “António Zambujo Voz e Violão”, é uma ode à bossa nova e à obra de João Gilberto; e o cantor também já dedicou um disco à interpretações de canções de Chico Buarque, em 2016, que foi indicado ao Grammy Latino como Melhor Álbum de MPB. Com mais de vinte anos de carreira, já se apresentou com diversos nomes da música brasileira, como Milton Nascimento, Arnaldo Antunes, Roberta Sá, e Ney Matogrosso.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code