Manaus, 2 de dezembro de 2021
×
Manaus, 2 de dezembro de 2021

Entrevistas

‘O boi Caprichoso é maior que tudo!’

O presidente Jender Lobato, em entrevista exclusiva, falou que a Nação Azul aguarde pelas novidades que farão do boi da estrela o campeão do Festival Folclórico de Parintins de 2021


Alguém escreveu no twitter: “Agora o dólar dispara!” , quando alardeou-se que David Assayag, levantador de toadas do boi Caprichoso, se mudou, de mala, cuia e microfone para o boi Garantido, do ‘dia para noite’.  O Povo da Baixa disse que ‘não foi bem assim”. Palpites e brincadeiras parintinenses à parte, o certo, mesmo, é que a Nação Azul está, até o momento da publicação desta entrevista, sem o Item de Nº 2. Contudo, o presidente Jender Lobato afirmou: “nada está fora do lugar. O Caprichoso é maior que tudo, vamos continuar o trabalho que estávamos fazendo e surpreender na Arena do Bumbódromo. Seremos os campeões de 2021”.

PORTALMAZÉMOURÃO – Qual a sensação que o presidente do Caprichoso está sentindo, com a saída do David Assayag, para o boi Contrário?

JENDER LOBATO – Sensação nenhuma. O Caprichoso é muito forte e é um boi organizado.  Junto com a diretoria, estamos preparados para qualquer coisa. Estamos trabalhando o nome do novo levantador que vai virar um ídolo dentro do Caprichoso.

PMM – O boi Garantido, além de três levantadores, David Assayag, Sebastiao Junior, Edilson Santana, contratou Márcia Siqueira, também como levantadora de toadas. Comenta-se que o Azul contratará uma cantora parintinense para ser o Item de Nº 2. É verdade?

JL – O Contrário está sempre atrás do Caprichoso. Nós fomos os primeiros a ter uma apresentadora como Item Nº 1. Fomos os primeiros a colocar uma cantora, na arena do Bumbódromo, cantando a toada do Mestre Ronaldo Barbosa, um dos maiores compositores da história do Festival Folclórico de Parintins. Assim que o David saiu, nós dissemos que poderíamos ter uma levantadora, aí o Garantido foi e contratou uma levantadora de toadas. Ou seja, estamos no caminho certo, não vivemos de ‘oba-oba’. O Caprichoso vive de uma realidade que está acima de qualquer coisa. O nosso trabalho é feito, não como uma corrida de cavalos, mas com muito preparo, com um planejamento que será vitorioso. Não vamos mudar nada, porque aqui, somos apaixonados, amamos o nosso boi, nos dedicamos a fazer o melhor para o boi Caprichoso e não é à toa que os grandes espetáculos, na Arena, são realizados pelo boi Caprichoso e, no ano que vem, não será diferente. Somos o boi da inovação, da revolução. É só uma questão de tempo para que a gente possa divulgar o nome do nosso levantador ou levantadora de toadas que, com certeza, vai cair nas graças da Nação Azul e Branca.

Olha o boi Caprichoso aí, gente! (Reprodução Internet)

PMM – E para o Festival Folclórico de Parintins, em 2021?

JL –  Nada vai mudar. Não tivemos festival este ano, mas estamos com pé no chão, estamos focados. Vamos cumprir com as nossas obrigações, até porque existe o Padrão Caprichoso! Em breve vamos divulgar várias novidades que, de fato, vão mudar a história do Festival de Parintins!

 

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code