Manaus,
×
Manaus,

Idalina vem para a B.I.C.A.!

Em uma deliciosa crônica, no JCommercio de hoje, o escritor Pedro Lindoso reverência esta jornalista no meu 'passeio' carnavalesco


Soube ontem, antes do jornal ‘rodar’, que o escritor Pedro Lindoso, tinha dedicado o seu precioso espaço no Jornal do Commercio, com uma crônica que falava da minha faceta carnavalesca, assumidamente, como Madrinha da agora, também Imortal, B.I.C.A. (Banda Independente da Confraria do Armando). Vários sentimentos afloraram, entre eles,  a vaidade, claro, afinal seria mais uma homenagem em vida, algo bem difícil acontecer cá por nossas paragens. Cedo, recebo o jornal e, avidamente, antes de ler a minha coluna, perscruto a página de Lindoso. Li de uma sentada. E, ao final, um misto de felicidade e de ansiedade vieram, imediatamente, com as lágrimas de agradecimento.

idalina-vem-para-a-b-i-c-a

Mas, vamos para o que interessa: o jornalista conta que Idalina, amazonense auto-exilada no Rio de Janeiro, carnavalesca das boas e fundadora da Banda de Ipanema, com seus propagados 60 anos (eu acredito, Pedro), estará em Manaus para ‘me ver passar’ na B.I.C.A. Sei até onde ficará hospedada, no famoso Hotel Boutique, nos arredores do Largo São Sebastião. Quanto aos elogios que Lindoso ‘rasgou’ para esta singela escritora, os recebo com respeito e agradeço porque, com os meus 70 anos (verídicos) eles que alimentam o espírito, dão uma certa leveza à alma e impulsionam mais ainda a minha escrita. E finalizo, como deve ser o rito, transcrevendo a frase que o escritor amazonense cita, de Ibrahim Sued: “Os cães ladram e a caravana passa”. Muito obrigada, Pedro Lindoso! E te espero, Idalina, vamos carnavalizar no sábado magro, na B.I.C.A.! Viva a Vida!

 

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão . Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + dezessete =