Manaus,
×
Manaus,

Dia Nacional do Cachorro-quente: conheça o Kikão

Amazonastur destaca a história do prato e como encontrar lugares para turistar e apreciar um bom Kikão


A combinação de pão e salsicha é famosa mundialmente. No Amazonas, o Kikão, nome do vocabulário “amazonês” para hot dog ou cachorro-quente, apresenta outros ingredientes. Neste sábado (09/09), celebramos o Dia Nacional do Cachorro-quente, ou seja, o nosso Kikão. A Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) destaca a história desse prato e indica aos turistas o Amazonas to go, para consulta de restaurantes credenciados.

Tácio Melo/Amazonastur

No Amazonas, o kikão pode ganhar outros ingredientes, que vão do repolho refogado até a banana pacovã. São inúmeras opções e estão presentes nos aniversários, na saída de grandes shows, jogos de futebol e, também, em restaurantes especializados.

O professor e linguista, Sérgio Freire, conta um pouco da história do sanduíche de salsicha, que ganhou espaço entre os pratos tradicionais na mesa do amazonense. O nome “kikão” ganhou repercussão na década de 1970, com uma kombi na Avenida Álvaro Maia.

O lanche era de propriedade de Alceu Pereira, que faleceu em 2021. O proprietário deixou um legado e inovou na receita, adicionando verduras, batata palha e queijo ralado. O resultado da receita caiu no gosto de quem passa pelo Amazonas, e o kikão que perdura até os dias atuais em várias lanchonetes da capital amazonense.

“Reza a história que havia, no fim dos anos 1970, um lanche que funcionava numa kombi e ficava no Boulevard Álvaro Maia. O nome desse lanche-kombi era Lanche do Kiko. Ele ficava aberto até de madrugada e era onde os baladeiros da época terminavam a noite comendo. O sanduíche mais gostoso do lugar era o cachorro-quente do Kiko. Logo, o dono apelidou esse sanduíche de Kikão. A coisa pegou. O lanche acabou, mas a palavra ficou.”, destacou Freire.

Mais de 40 anos depois, o Kikão segue sendo renovado com outros sabores de acompanhamentos. O tradicional abre espaço para preparações gourmet com queijo gratinado e salsichas especiais, mas também tem lugar para inovações com sabor regional com banana frita e pimenta de cheiro.

*Onde comer os melhores do Amazonas?*
Para degustar a culinária amazonense, seja com um delicioso kikão ou com outro prato tradicional, a Amazonastur indica a consulta ao Amazonas to Go. Uma iniciativa do Governo do Amazonas, por meio da Amazonastur, que auxilia o turista a conhecer os atrativos turísticos, hospedagens, restaurantes, telefones úteis e muito mais.

Os turistas podem conferir ótimas opções de passeios com agências turísticas cadastradas no site https://cadastur.turismo.gov.br/ ou buscar o roteiro gastronômico perfeito, pelo WhatsApp, no chatbot Amazonas to Go, disponível 24h, todos os dias, pelo QR Code https://qrfacil.me/Qqdds6kr ou, ainda, em cartazes espalhados nos principais atrativos turísticos do Amazonas.

Além da capital Manaus, Novo Airão, Presidente Figueiredo, Manacapuru, Boa Vista do Ramos, Careiro, Maués e Parintins já estão inseridos na plataforma que conecta os turistas às informações necessárias para sua estadia, pelo Whatsapp.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão . Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + 20 =