Manaus,
×
Manaus,

Saúde

Maternidade Moura Tapajóz empossa Comissão de Ética de Enfermagem

A cerimônia foi organizada em parceria com o Conselho Regional de Enfermagem do Amazonas (Coren-AM)


Tomou posse, nesta terça-feira (17), a Comissão de Ética de Enfermagem da Maternidade Doutor Moura Tapajóz (MMT), da Prefeitura de Manaus. A cerimônia, organizada em parceria com o Conselho Regional de Enfermagem do Amazonas (Coren-AM), ocorreu no auditório da unidade hospitalar, que é gerenciada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em solenidade que contou com a presença de representantes da entidade, gestores da maternidade e profissionais da equipe de enfermagem.

Divulgação/Semsa

A diretora da MMT, enfermeira obstetra Núbia Cruz, explicou que a comissão é mais uma importante conquista tanto para os profissionais quanto para os usuários da maternidade.

“A existência da comissão fortalece muito a nossa instituição, tanto por sua função educativa, pois dá mais visibilidade para todas as normas, resoluções e legislações da área de enfermagem, quanto por seu caráter reflexivo, fortalecendo, até pelo fato de sua criação em si, o comportamento ético cotidiano de cada um de nossos profissionais”, destacou a diretora.

Os membros, que agora integram a comissão por um período de três anos, são: Jucilene Pereira dos Santos, Sílvia Cristina Matos dos Santos, Andrea Guedes de Oliveira, Ivanise de Souza Pinheiro e Cintya da Marreiro da Rocha. A comissão foi homologada pela decisão do Coren-AM nº 244/23 e Portaria Coren-AM nº 865, de 11 de outubro de 2023.

A coordenadora da Comissão de Ética do Coren-AM, enfermeira Rosinete Lourenço, explicou que as comissões representam os Conselhos Regionais de Enfermagem dentro das instituições e têm função educativa, consultiva e de conciliação, orientação e vigilância ao exercício ético e disciplinar dos profissionais de enfermagem.

“A criação da comissão de ética permite a valorização dos profissionais de enfermagem e fortalece o respeito e a ética, garantindo, acima de tudo, um atendimento seguro e de qualidade para os pacientes”, ressaltou Rosinete.

Divulgação/Semsa

Segundo a presidente da Comissão de Ética de Enfermagem da MMT, enfermeira Jucilene Pereira dos Santos, os profissionais de enfermagem são os mais vulneráveis a queixas dos usuários em razão de serem aqueles que ficam a maior parte do tempo em contato direto com pacientes e acompanhantes.

“A partir do estudo e da proximidade com nosso código de ética, nos tornamos mais conhecedores daquilo que é capaz de nos resguardar e da forma que devemos tratar e acompanhar o paciente, de uma forma humanizada e ao mesmo tempo segura”, disse a presidente.

“Esse é mais um passo à frente rumo a uma qualidade da assistência sempre melhor, com qualidade e segurança, tanto para o paciente que nós assistimos quanto para nós como profissionais”, concluiu Jucilene.

Também participaram da mesa de abertura o gerente de Enfermagem da MMT, enfermeiro obstetra Everton de Freitas Gomes, e, representando o enfermeiro Sandro André da Silva Pinto, presidente do Coren-AM, o secretário da entidade, enfermeiro José Iranir do Nascimento.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 2 =