Manaus,
×
Manaus,

Educação

Jovem Bilíngue

A iniciativa beneficia 1 mil estudantes com um curso integral de Língua Inglesa, em parceria com o Icbeu


Com a oportunidade de qualificação educacional e transformação de vidas a partir do aprendizado de um novo idioma, os estudantes da rede estadual participantes do Jovem Bilíngue fazem planos para o futuro e falam da importância de se dedicarem ao aprendizado da Língua Inglesa.

educacao_aluno-daniel-souza_euzivaldo-queiroz-seduc-86

Foto: Euzivaldo Queiroz/ Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar

O Jovem Bilíngue é um projeto do Governo do Amazonas, desenvolvido por meio de termo de contrato entre a Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar e o Instituto Cultural Brasil – Estados Unidos (Icbeu), que beneficia 1 mil alunos da 1ª série, do Ensino Médio, da rede estadual, com o curso de Língua Inglesa.

Entre os sonhos alimentados pelo projeto, está o da jovem Beatriz Nogueira, 15. Ela, que é aluna da Escola Estadual (EE) Professor Rofran Belchior da Silva, na zona leste de Manaus, e quer ser comissária de bordo. Segundo a estudante, fazer um curso de inglês vai ser um passo mais para ajudar a conseguir rodar o mundo, por meio do futuro profissional que almeja.

“Esse é um sonho meu e da minha família. Sempre me interessei por viajar em aviões e é nisso que planejo focar depois de terminar o Ensino Médio. E o curso de inglês é essencial nessa minha vontade”, compartilhou Beatriz.

Já para o aluno Daniel Souza, 17, aprender inglês vai possibilitar realizar o sonho de mudar de país. O discente da EE Profº Sebastião Augusto Loureiro Filho planeja ir morar com a tia nos Estados Unidos e continuar seus estudos no país norte-americano.

educacao_jovem-bilingue_foto_euzivaldo-queiroz-seduc-29

Foto: Euzivaldo Queiroz/ Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar

“Quero ir para a Flórida e fazer faculdade. Lá enxergo mais possibilidades de estudo e trabalho. Meu curso de inglês é indispensável nisso”, avaliou o estudante.

Integrante do corpo docente do Icbeu, a professora de Língua Inglesa, Lívia Alencar, disse que sente gratidão ao avaliar o cenário.

“É um sentimento geral nosso (corpo docente). Poder contribuir para que os alunos tenham novas oportunidades de vida é incrível. Transformar o mundo pela educação”, ressaltou a docente.

E para aqueles que possuem pouca ambientação com a Língua Inglesa, o importante é praticar, destacou a professora.

“Quanto maior a exposição ao idioma, mais fácil o aluno “pega”. Aqui (no Icbeu), temos aulas de reforço, espaços de tecnologia, tudo disponível para os nossos alunos”, finalizou.

Os estudantes agora seguem para o primeiro módulo de aulas no Icbeu, que tem previsão de encerramento no final do mês de junho.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =