Manaus, 18 de janeiro de 2022
×
Manaus, 18 de janeiro de 2022

Ferrari para andar e vestir

Marca de carros de luxo estreia sua marca de roupas agora pronta para atingir novos públicos

Conhecida internacionalmente pela qualidade de altíssimo padrão em carros extremamente confortáveis e motores que desafiam o potencial de rodar nas pistas, a Ferrari estreou neste domingo (13), em Maranello, sua mais nova coleção prêt-a-porter com algumas referências da alta costura.

Desfile Ferrari em Maranello (Foto: Getty Images)

Totalmente imaginada para a geração Z, esta diversificação de produtos com a marca do cavalo mais conhecido do mundo foi totalmente planejada e faz parte de um novo movimento que enfoca um público mais amplo e jovem.

Pouca gente sabe que a Ferrari é tida como um símbolo do sucesso financeiro uma vez que seu principal público tem mais de 50 anos quando adquirem seu primeiro galopante de altíssimo desempenho, e essa foi uma das divergências acentuadas durante o desfile, demonstrada através de peças com cortes contemporâneos, muita mistura de materiais e acabamento tecnológico.

Desfile Ferrari em Maranello (Foto: Getty Images)

Desfile Ferrari em Maranello (Foto: Ferrari Style)

Outra forma de ver como a marca está se posicionando é através da direção criativa, que fez questão de deixar claro que a pegada é também ser fluida, com 80% das peças categorizadas sem gênero e com tamanhos que vão do XXXS ao XXXL . “Os carros não têm gênero, e estas roupas também não”, explicou Rocco Ianonne em coletiva de imprensa, diretor que já chegou a assinar famosas peças de Giorgio Armani e Dolce & Gabbana.

Cheios de volumes, logotipos do cavalo, casacos grossos para o frio Europeu e pegada sempre esportiva, a estreia da Ferrari foi batizada de “Off-Red” em uma alusão ao off-white – só que vermelho, nesse caso – e também para lembrar o lendário Testarossa de 12 cilindros, um dos modelos mais comuns já produzidos pela marca, mesmo apesar do seu alto preço e o design exótico. Em 1995, um dos carros desta linha chegou a ser vendido por nada menos que US$ 220.000.

“As nossas roupas devem ser reconhecidas não pelo logotipo, mas pelo seu espírito”, completou Ianonne, no auge dos seus 37 anos.

Rocco Iannone (Foto: Reprodução)

Ferrari Testarossa 4.9L 12 Cilindros 1984 (Foto: Divulgação)

A nova coleção de roupas da Ferrari começou a ser vendida imediatamente de forma on-line, após o desfile, tanto no site da Ferrari quanto da LuisaViaRoma – famosa loja florentina que tem a boutique on-line mais moderna da Itália. Nesta segunda-feira (14), a coleção também começou a ser vendida na nova loja da Ferrari em Maranello, na Itália, que ganhou repaginação para abrigar um novo espaço para as roupas ao lado dos carros.

Mesmo com tantas novidades, esta pegada tão moderna em tudo dá uma sensação de “já ter visto em algum lugar”, e isso pode não ter nenhum impacto tão significativo quando a gente fala em vendas. Assim, a marca pode se tornar apenas mais uma extensão dos negócios do algo próprio, com identidade e público fiel. É por isso que o Fila A vai deixar uma carta branca para vermos o andar desta carruagem.

 

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão . Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code