Manaus,
×
Manaus,

Solidariedade

Desapego Consciente

Projeto da Segeam destina mais de 500 itens arrecadados a instituições filantrópicas de Manaus


A Associação Segeam (Sustentabilidade, Empreendedorismo e Gestão em Saúde do Amazonas) arrecadou 522 itens, durante mais uma edição do projeto ‘Desapego Consciente’, ocorrida em outubro. A iniciativa, coordenada pela equipe multidisciplinar do Programa Ações que Resgatam, visa estimular a doação de itens em bom estado de conservação, para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade social, explica a enfermeira Larissa Achão, supervisora do Programa.

Foto: Divulgação Segeam

Os objetos serão destinados à Associação Lar Esperança e ao Instituto Abrace, instituições filantrópicas que atuam no acolhimento de pessoas em Manaus.

De acordo com Larissa, o Instituto Abrace é uma instituição sem fins lucrativos, que dá suporte a crianças com e sem deficiência. A entidade atende cerca de 120 crianças cadastradas, sendo elas: com autismo, síndrome de Down, cadeirantes, micro e hidrocefálicas e ossos de vidros, entre outras. Lá, são ofertados serviços de fonoaudiologia, assistência social, fisioterapia, odontologia e psicologia, além de contar com o apoio de conselheiro tutelar.

Já o Lar Esperança recebe pacientes do interior, que vem a Manaus em busca de tratamento de saúde. A instituição funciona como um abrigo temporário e, atualmente, acolhe cerca de 30 pessoas (homens, mulheres e crianças) com diversos diagnósticos, que aguardam consultas especializadas em unidades de saúde da capital.

Os itens foram entregues na sede da Segeam, ao longo de outubro, pela sociedade em geral, incluindo colaboradores da Associação. O projeto está na sua 4ª edição. Ele ocorre duas vezes ao ano, com foco no reforço às ações da Segeam voltadas à responsabilidade social e sustentabilidade.

Foto: Divulgação Segeam

Entre os itens prioritários traçados no contexto do projeto, estão calçados e roupas, tanto de crianças quanto de adultos. De acordo com Larissa Achão, foram beneficiadas em edições anteriores instituições como o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (Gacc), Lar do Idoso São Vicente de Paula, Abrigo Infantil Monte Salém, Casa Andreia, Lar Batista Janell Doyle, e Lar Terapêutico Rosa Blaya.

Sobre o projeto

Larissa Achão explica que o ‘Desapego Consciente’ tornou-se uma forma de desenvolver ações sociais e de conscientização da sociedade como um todo, sobre a importância da reutilização de itens em bom estado de uso e da ajuda ao próximo.

De acordo com ela, a principal ideia é demonstrar que o que não serve mais para parte da população pode ser bem aproveitado, de forma útil e sustentável, sem danos ao meio ambiente, por outras pessoas, as quais se enquadram na parcela da sociedade considerada em situação de vulnerabilidade social.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × um =