Manaus, 4 de julho de 2022
×
Manaus, 4 de julho de 2022

Moda & Beleza

Síndrome do Intestino Irritável


Você já ouviu falar sobre a Síndrome do Intestino Irritável ?? O gastropediatra Fabiliano Rodrigues esclarece algumas dúvidas sobre o assunto !!

(Foto: Reprodução/Internet)

 

O que é a Síndrome do Intestino Irritável ?

Então antigamente era conhecida como Síndrome do Colo Irritável, mas houve essa mudança de nome porque nada mais é que uma hipersensibilidade do intestino como um todo e não somente do colo. Devido essa hipersensibilidade gera sintomas dos mais variados graus e tipos.

Tem alguma ligação com alimentação ou é a genética da criança?? 

Essa patologia é uma pré disposição genética, ela tem caráter familiar, então é muito comum vermos vovó, mamãe, neta, bisneta com a mesma patologia, mas com sintomas variados, que podem diferenciar de uma pessoa para outra. A pré disposição genética não tem relação com o sexo, mas tem uma pré disposição bem frequente na família.

Além das dores, quais outros sintomas que podem causar??

Por exemplo a sensação de engasgo, é aquela impressão que a pessoa tem que o alimento não desceu de forma prolongada. Na maioria das vezes ela não tem uma relação específica com o alimento, mas sabe – se que os sintomas ficam mais fortes quando se ingerem alguns tipos de alimentos como café, chá, refrigerantes a base de cola, os sucos artificiais, algumas hortaliças. Esses alimentos vão estimular aquele intestino que já é hipersensivel.

Doutor existe algum tratamento ou medicação ?

Existe sim um tratamento específico, logicamente que o diagnóstico exige uma investigação clínica e laboratorial, também para excluir outras patologias que podem tanto agravar quanto irritar a síndrome do intestino irritável e o tratamento medicamentoso já está bem disponível, mais consolidado, principalmente em adultos, em criança ainda há questionamentos, é preciso ir ao médico para poder fazer a avaliação clínica e investigação laboratorial, para identificar e fazer uma estratégia terapêutica adequada e o mais importante, mudanças de hábitos alimentares e comportamentais também, porque é muito comum essa síndrome em pessoas extremamente ansiosas, então tem que ser acompanhado esse lado também, junto com o tratamento clínico e laboratorial.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code