Manaus,
×
Manaus,

Moda & Beleza

Marcas internacionais de cosméticos investem em produtos naturais e embalagens sustentáveis

O novo consumidor, antenado às questões ambientais, reforça o crescimento de cosméticos veganos


Seguindo uma tendência de produtos naturais, marcas de cosméticos internacionais se destacam por adotarem formas ecologicamente responsáveis de se relacionarem com o planeta. Na Top Internacional, várias linhas de produtos veganos, livres de crueldade animal, estão na lista de preferências dos consumidores.

(Foto: Divulgação da assessoria)

A diretora comercial da Top Internacional, Patrícia Berg, acredita que a alta de produtos naturais está associada a maior conscientização ambiental. “O consumidor contemporâneo preza pelo autocuidado, matérias primas orgânicas, sem danos ao meio ambiente. Existe uma preocupação das pessoas conhecerem a empresa e serem ecologicamente responsáveis. É uma preocupação com a vida no planeta”, disse.

Na perfumaria, o Rochas Girl segue a tendência com 90% de ingredientes de origem natural e embalagem com 40% do vidro reciclado. Na fórmula, extrato de neroli com propriedades relaxantes.

A Linha 1902 Tradition de Berdoues apresenta perfumes com propriedades de aromaterapia e fragrâncias naturais. Possuem uma composição sem ingredientes tóxicos e prejudiciais à saúde, testados dermatologicamente. A embalagem é ecológica e 100% reciclável.

(Foto: Divulgação da assessoria)

Os produtos Varens Beaute possuem ingredientes ativos reconhecidos pela sua performance, texturas delicadas e fragrâncias sutis para uma rotina de beleza durante todo o ano. Além de serem VEGANOS, naturais, com fórmulas limpas, sem conservantes e não testado em animais.

Destaque também para a L’Occitane en Provence, marca francesa com 40 anos de história e que encontra na natureza as matérias-primas para formular perfumes e produtos para pele, corpo, banho e cabelo. A novidade é o eco-refil com até 90% menos plástico em relação à embalagem de produtos regulares. Com a mudança, a marca já economizou 20 toneladas de plástico e, até 2025, a meta é garantir que as embalagens tenham procedência reciclável na sua totalidade.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + dois =