Manaus,
×
Manaus,

Cultura

Representantes da cultura amazonense participam da 4ª Conferência Nacional de Cultura

O encontro simboliza o marco histórico da retomada do Ministério da Cultura, representado por comitês em 27 estados brasileiros


O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, acompanhado de uma delegação formada por 45 representantes de diferentes segmentos culturais, participa da 4ª Conferência Nacional de Cultura, em Brasília. Na segunda-feira (4), aconteceu a abertura do evento, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. O encontro reúne personalidades e produtores culturais de todo Brasil e se estende até sexta-feira (8), com a proposta de discutir e pactuar uma política pública que atenda na sua plenitude, a cultura, em todo território nacional.

img-20240306-wa0029

(Foto: Divulgação/Secretaria de Cultura e Economia Criativa)

No decorrer da abertura, o público acompanhou manifestações artísticas plurais, que valorizam a originalidade cultural, a diversidade e a inclusão. O secretário estadual de cultura do Amazonas, Marcos Apolo, traçou expectativas positivas sobre o evento, após o hiato de uma década.

Ele destacou a reconstrução do Ministério da Cultura, seguido pelo ato democrático da 4ª CNC, de onde sairá o Plano Nacional de Cultura. “O governo Wilson Lima se faz presente aqui, principalmente, com esse processo de retomada do Sistema Estadual de Cultura, que permitiu que conseguíssemos criar toda a base para agora debater o Plano Nacional de Cultura e também levar o resultado disso para o nosso Plano Estadual de Cultura”, afirmou.

Em discurso, a titular do Conselho Nacional de Cultura, Dandara Tukano, citou a atuação dos conselheiros estaduais, tendo o Amazonas representado pelo conselheiro de Cultura Popular, Elson Rocha; na Cadeira Popular de Matriz Ibérica, Lucimar Bezerra e, na Cultura Afrodescendente, o Mestre Camaleão.

img-20240306-wa0025

Foto: Divulgação/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

O encontro seguiu com discursos aflorados sobre a necessidade de uma política pública cultural na esfera municipal, estadual e nacional. Em seu discurso, a Ministra da Cultura, Margareth Menezes, destacou que a 4ª CNC representa a Copa do Brasil da Cultura, sem disputas, mas sim, a colaboração e escuta. Menezes ressaltou ações no ambiente cultural, como, a lei de aprovação do Sistema Nacional de Cultura e do Marco Regulatório do Fomento Cultural, para estabelecer as regras do fazer cultural.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, seguiu a mesma linha de pensamento da ministra, reforçando a importância da reestruturação da pasta e a disseminação da cultura, em todas as suas vertentes, entre a população brasileira.

img-20240306-wa0027

Foto: Divulgação/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Agenda 4ª CNC – Como parte da programação da conferência, acontecem encontros nacionais setoriais e de gestores de cultura, nos quais são debatidos seis eixos temáticos relevantes para a democratização e inclusão cultural. São eles, Institucionalização, Marcos Legais e Sistema Nacional de Cultura; Democratização do Acesso à Cultura e Participação Social; Identidade, Patrimônio e Memória; Diversidade Cultural e Transversalidades de Gênero, Raça e Acessibilidade na Política Cultural; Economia Criativa, Trabalho, Renda e Sustentabilidade e Direito às Artes e Linguagens Digitais.

A conferência iniciou na segunda (5) e segue com programação gratuita até sexta-feira (8). O encontro reúne produtores culturais de todo o Brasil para discutir temas que estarão no Plano Nacional de Cultura.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + treze =