Manaus,
×
Manaus,

Cultura

Orquestra de Câmara do Amazonas realiza o espetáculo ‘Mozart no Mundo Azul’

O concerto, sob regência de Marcelo de Jesus, é dedicado para pessoas com Transtorno do Espectro Autista


O Governo do Amazonas dedica espetáculo inédito “Mozart no Mundo Azul”, especialmente voltado para as pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Realizado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa, por meio de sua Assessoria de Inclusão da Pessoa com Deficiência, o concerto será executado pela Orquestra de Câmara do Amazonas (OCA), no Teatro Amazonas, nesta quarta-feira (24), às 19h. E na plateia, em evento gratuito, grupos de instituições de apoio a pessoas com TEA.

cultura_orquestra-de-camara-do-amazonas_1_marcely-gomes

Foto: Marcely Gomes/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Realizado no período do “Abril Azul” – estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) – o concerto contempla a programação cultural em apoio ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo (2 de abril).

A coordenadora da Assessoria de Inclusão da Pessoa com Deficiência, Sheila Campos, afirma que a iniciativa teve como idealizadores o secretário de Cultura, Marcos Apolo Muniz, e o maestro Marcelo de Jesus, regente do espetáculo. “Assim, no dia 24, no mês da Conscientização do Autismo, o Teatro Amazonas, a Orquestra de Câmara do Amazonas, estarão levando arte, por meio da música, com o espetáculo ‘Mozart no Mundo Azul’, para um público único, o público com Transtorno do Espectro Autista”, disse a coordenadora.

Sheila acredita no sucesso da experiência, que conta com o apoio expressivo das instituições, pais e responsáveis da comunidade autista. “Direcionamos convites às instituições relacionadas, e estamos recebendo retorno confirmando presença e isso tem nos deixado muito felizes. Aguardamos todos, com muita emoção, pois cada autista é único e cada um merece o nosso melhor”, revela.

Espetáculo inclusivo

O regente de “Mozart no Mundo Azul”, maestro Marcelo de Jesus, justifica a escolha das obras do compositor austríaco, pela empatia musical instantânea proporcionada à plateia e os estímulos sonoros variados.

“Especialmente tocaremos os divertimentos de uma forma especial: andamentos mais lentos e dinâmica mais suave, respeitando, mas estimulando a pessoa com espectro autista”, revela o maestro.

cultura_marcelo-de-jesus-_oca_marcely-gomes

Foto: Marcely Gomes/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

O formato do concerto também se difere dos demais, ao proporcionar a interação da orquestra com a plateia.

“Faremos um círculo no palco, onde as pessoas poderão interagir com os músicos, ou simplesmente sentarem no meio do círculo e poder escutar de uma forma completamente diferente. Haverá o cuidado de não tocarmos muito forte ou rápido para não causarmos nenhum desconforto”, adianta Marcelo de Jesus.

“A música tem o poder de estimular sem ser agressiva, e é por este viés que a OCA irá realizar este concerto tão especial para todos nós”, conclui.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 − 8 =