Manaus,
×
Manaus,

Cultura

Festival Literário do Centro acontece de sexta-feira a domingo

A programação inclui exposições, lançamentos de livros, oficinas, feira criativa, mesas-redondas e shows de encerramento


A segunda edição do Festival Literário do Centro (Flic), que tem apoio do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, começa na sexta-feira (26), a partir das 19h, no Centro Cultural Casarão de Ideias (CCCI), rua Barroso, no Centro. O festival, com programação gratuita e diversa até o domingo (28), visa popularizar o livro, tornando-o um instrumento de acesso às informações e ao conhecimento.

cultura_festival-literario-do-centro-2023_1_arquivo

Arquivo/Secretaria de Cultura e Economia Criativa

Na sexta-feira, a partir das 19h, a galeria do Casarão de Ideias receberá a instalação ‘Uma Poética da Leitura’. E no sábado (27), das 14h às 16h, o Casarão recebe a escritora Myriam Scotti com a oficina ‘Crônicas Literárias’. A partir das 17h, Jarid Arraes, Amara Moira, Debora Barcelar e Sony Ferseck se reúnem para a roda de conversa ‘Reconfigurando As Narrativas’, mediada por Jaúna Gordiano. Ainda no sábado, a partir das 20h, na Livraria da Barroso, localizada na expansão do Casarão de Ideias, haverá lançamentos de obras.

Segundo o diretor do CCCI, João Fernandes, o Flic de 2023 contou mais de 8.500 visitantes, o que referendou esta segunda edição. “O festival foi muito bem recebido pela população de Manaus. Ficou claro que existe uma demanda no que diz respeito à literatura, e a leitura precisa ser incentivada, assim como possibilidade de espaço para novos autores e o intercâmbio com profissionais de outros estados”, comenta Fernandes, idealizador do evento.

Ocupação

No domingo (28), último dia do Flic, a rua Barroso será ocupada com uma série de atividades, a partir das 16h. No local, o público poderá encontrar uma estrutura que abrigará 20 autores lançando suas obras a cada uma hora, feira criativa e um espaço gastronômico. Às 16h30, Jarid Arraes e Sony Ferseck participam da mesa-redonda ‘A Escrita Sob a Ótica do Corpo Feminino’, mediada por Myriam Scotti.

E às 18h30, Amara Moira e Renan Quinalha participam da mesa-redonda ‘Literatura Brasileira Por Um Olhar Trans/Viado’, com mediação de Aritana Tibira. Às 20h, será promovida a mesa-redonda ‘Festas Populares e Seu Registro Para A Literatura Brasileira’, com Allan Rodrigues e Diego Omar, com mediação de Bia Calheiros.

E para finalizar a programação do Flic 2024, às 21h30, haverá o show ‘Tem Festa no Terreiro: É Boi-Bumbá’, com a banda Nação Bumbás, além as levantadoras de toadas Márcia Siqueira (Garantido) e Mara Lima (Caprichoso).

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 5 =