Manaus,
×
Manaus,

Cultura

Espetáculo “Celebrando a Amazonas Band” marca a trajetória dos 23 anos do corpo artístico do estado

No repertório, composições de Ary Barroso, Tom Jobim, Gilberto Gil, o saxofonista americano Jay Beckenstein e muito mais


Nesta terça-feira (7), às 20h, acontecerá o espetáculo “Celebrando a Amazonas Band”, no Teatro Amazonas, com as composições que marcam os 23 anos do corpo artístico do Governo do Amazonas, administrado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa. Com a regência de Rui Carvalho, o espetáculo mostrará ainda o legado da banda que vem revolucionando a cultura jazzística na Região Norte. Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro e no site www.shopingingressos.com.br.

img-20240506-wa0017

Foto: Divulgação

A Amazonas Band é um dos corpos artísticos, criado no ano de 2000, pelo Governo do Estado e reformulado com a chegada do regente português, Rui Carvalho. É ele que vem articulando a vinda de grandes nomes do jazz nacional e internacional para se apresentar com a Amazonas Band, em Manaus.

“O espetáculo desta terça-feira tem um significado muito especial, pois foi nessa mesma data, há 23 anos, que cheguei no Amazonas para estabelecer as bases do meu contrato como regente da Amazonas Band”, recorda o maestro.

“O repertório terá composições que marcaram o grupo ao longo desses anos e são muito representativas na minha vida, e dos músicos que compõem a Band. São músicos talentosos e que vem construindo um legado de boa música para a população amazonense”, comenta Rui.

No repertório do espetáculo “Celebrando a Amazonas Band” serão apresentadas as músicas “Morning Dance” do saxofonista americano Jay Beckenstein; “Ponta Negra”, escrita por Rui Carvalho no período da pandemia de Covid-19; “É Luxo Só” de Ary Barroso, grande expoente da Música Popular Brasileira; “O morro não tem vez”, “Triste” e “Samba de uma nota só”, as três de Tom Jobim; “Batida Diferente” de Durval Ferreira; “Aquele Abraço” e “Palco” de Gilberto Gil.

img-20240506-wa0018

Foto: Divulgação

Jazz no Amazonas

O regente e diretor artístico da Amazonas Band, Rui Carvalho, nasceu em Portugal e, na década de 70 foi estudar música na Suécia. Em 1978 morou em São Paulo, onde permaneceu por 23 anos. A sua trajetória musical no Amazonas iniciou em 2001, divulgando o jazz e suas vertentes. Rui também é diretor artístico do Amazonas Green Jazz Festival, considerado um dos maiores festivais da América Latina e que neste ano segue para a sua 12ª edição.

A Amazonas Band também possui três CDs: “Amazonas Band com Vinicius Dorin, lançado em 2010; Amazonas Band convida Gilson Peranzzeta e Mauro Senise, de 2013; e o mais recente intitulado “Randy Brecker Live in Amazonas”, lançado durante o Amazonas Green Jazz Festival, do ano passado, com um dos maiores trompetistas de todos os tempos, o americano Randy Brecker, além dos saxofonistas paulistas Felipe Salles e Rodrigo Ursaia.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 5 =