Manaus,
×
Manaus,

Cultura

Dia Mundial do Livro

Estado promove projetos de incentivo ao hábito da leitura na capital e cidades do interior


No Dia Mundial do Livro, celebrado nesta terça-feira (23), o Governo do Amazonas destaca a série de projetos e investimentos para incentivar o hábito da leitura e tornar mais democrático e acessível a oferta de livros  à população, tanto em Manaus quanto nas cidades do interior.

oiana-couto-com-as-criancas

Foto: Antônio Lima e Mauro Neto/SECOM

Livros, revistas e gibis são encontrados com facilidade no Prato Cheio do bairro da União, na zona centro-sul da cidade. Inaugurada em abril de 2022, a unidade conta com uma área de lazer que consegue atender à demanda dos beneficiários.

A gerente da unidade, Natasha Mille, explica que o projeto começou apenas com uma mesa, onde ela colocava os livros doados. Aos poucos, os beneficiários se sentiram à vontade para pegar os exemplares e começaram a avisar sobre a iniciativa para outras pessoas.

Quase dois anos depois, o projeto agora conta com uma grande estante de exemplares, que podem ser emprestados para quem quiser levar para casa. Para a gerente, isso mostra que novos leitores podem surgir com o acesso facilitado aos livros.

“A intenção era justamente ampliar o acesso à educação. A gente não esperava que o projeto fosse tomar essa proporção, mas hoje percebemos que as pessoas sentam e leem juntas. O que eu mais observo aqui é que tem gente que não tinha o hábito da leitura, mas que agora começa a pegar os livros”, disse a gerente da unidade do Prato Cheio do bairro União, Natasha Mille.

natasha-mille-gerente-prato-cheio

Foto: Antônio Lima e Mauro Neto/SECOM

Wagner Alexandre, de 49 anos, ficou desempregado em janeiro deste ano. Desde então, ele passou a frequentar o Prato Cheio do bairro. Além das sopas servidas no almoço, ele também encontrou no espaço muito acolhedor por parte da equipe e, principalmente, nos livros. Alexandre Dumas e Márcio Souza são alguns dos autores que ele já leu as obras. “Tem vários gêneros aqui: ficção, romance, revista de receita, tudo que eu gosto. Criei uma relação de amizade com todo mundo, porque é melhor ficar aqui lendo do que na rua. Por mês eu ainda não fiz uma média, mas por semana estou lendo uns 6 livros”, disse o leitor Wagner Alexandre.

wagner-alexandre-prato-cheio

Foto: Antônio Lima e Mauro Neto/SECOM

Cultura

No setor da Cultura, o estado conta com o ‘Mania de Ler’, programa que é desenvolvido por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, tendo por objetivo o incentivo à prática da leitura e a divulgação da literatura clássica de autores internacionais, nacionais e regionais.

A iniciativa democratiza o acesso ao livro e a leitura, tendo como público-alvo crianças que não têm bibliotecas em seus bairros ou localidades próximas. Dentre essas ações, destaca-se o Projeto Biblioteca Volante, que consiste em veículo adaptado à biblioteca com estantes, cadeiras, mesas, acessórios e acervo literário composto por 1.200 unidades de obras para o público infantil, juvenil e infanto-juvenil.

Para a gerente do projeto, Oiana Couto, o ‘Mania de Ler’ simboliza a aproximação da população com o hábito da leitura, principalmente com a ação da Biblioteca Volante, que passa pelos municípios do Amazonas. Até o momento, as cidades de Iranduba, Manacapuru, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Careiro Castanho, Manaquiri, Autazes e Novo Airão já receberam a visita do projeto.

“Nós democratizamos esse acesso ao livro. Nesse sentido, nós já visitamos Presidente Figueiredo, Manaquiri, Careiro Castanho, o Rio Preto da Eva e estamos aqui em Novo Airão. A recepção do público é sempre boa, porque o nosso cenário já é atrativo e com diversidade de livros. As crianças ficam maravilhadas e os pais também”, detalhou Oiana Couto.

oiana-couto-gerente-do-projeto-mania-de-ler

Foto: Antônio Lima e Mauro Neto/SECOM

Jéssica Castro é moradora do município de Novo Airão (a 115 quilômetros). Ela mora em uma comunidade distante 20 minutos da cidade, por isso sempre aproveita as saídas para levar o pequeno Marcos Vinícius. Dessa vez, ele se divertiu com a ‘Biblioteca Volante’, que visitou o município pela primeira vez.

“Estou achando tudo muito legal, muito bom para todos nós. É bom porque posso resolver aqui no espaço minha documentação, enquanto ele fica aqui lendo, por isso fico despreocupada. Toda vez que vem aqui (em Novo Airão), ele gosta de participar desse tipo de evento”, falou a mãe do pequeno, Jéssica Castro.

jessica-castro-personagem

Foto: Antônio Lima e Mauro Neto/SECOM

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 10 =