Manaus,
×
Manaus,

Carnaval

Mazé Mourão assume posto de madrinha da B.I.C.A.

Ana Cláudia Soeiro convida a jornalista no ano que a Banda se torna Patrimônio Cultural


Mazé Mourão assume posto de madrinha da B.I.C.A. A tradicional e famosa Banda Independente da Confraria do Armando, que ganhou os corações manauaras celebra sua história e reconhecimento, nesta edição que conta com o tema “A BICA cresceu, virou Patrimônio Cultural e vai zoar no Carnaval”, com data marcada para o dia 3 de fevereiro deste ano.

img-20240111-wa0015

(Foto: Arquivo)

“Você é símbolo de irreverência, autenticidade e alegria. Entre altos e baixos na sua trajetória, a marca que sempre ficou foi a de ser autora de si”, declarou Soeiro em carta-convite.

img-20240111-wa0024

(Foto: Arquivo Pessoal)

Confira a resposta da jornalista:

 

Emyle Araújo, porta-estandarte da B.I.C.A, citou que assim que ficou sabendo do tema o nome de Mazé Mourão foi o único cogitado para o posto.

“O nome da Mazé surgiu automaticamente quando a Ana Cláudia trouxe pra mim que o tema da banda desse ano seria o tombamento da Bica. A Mazé é uma representante muito importante para mim, como jornalista, ela diz muito para mim e para essa geração sobre o que é ser uma mulher que é dona de si, ser uma pessoa que entende muito e que sempre é tempo de mudar de ideia, de fazer coisas novas”, disse Emyle Araújo.

A banda surgiu em 1987 por um grupo de amigos que frequentavam o Bar do Armando, no Centro de Manaus, tombado como Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Amazonas. O bar que é rota turística da capital amazonense, fundado em 1970 por Armando Dias Soares, atualmente é comandado por Ana Cláudia Soeiro.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 10 =