Manaus,
×
Manaus,

Carnaval

Portela leva Estandarte de Ouro de melhor escola

Escola apresentou um enredo baseado no livro "Um defeito de cor", de Ana Maria Gonçalves


O Estandarte de Ouro escolheu, na manhã desta terça-feira (13), a Portela como melhor escola do Carnaval deste ano. A tradicional premiação, organizada pelos jornais O Globo e Extra, também consagrou a atual campeã, Imperatriz Leopoldinense, que levou cinco prêmios.

1_22-32004542

(Foto: Reprodução Internet)

A águia altaneira de Oswaldo Cruz e Madureira foi a segunda escola a desfilar na segunda-feira (12). Ela partiu do livro “Um defeito de cor”, de Ana Maria Gonçalves, para construir um enredo homônimo e refletir sobre a busca das mães negras sobre seus filhos, saindo de Luísa Mahin e Luiz Gama para chegar em Marielle Franco, por exemplo.

A Portela levou ainda o prêmio de personalidade, destino para Vilma Nascimento, porta-bandeira histórica da agremiação, que já tinha levado quatro estandartes de melhor porta-bandeira (1977, 1978, 1979 e 1989) e um de destaque feminino (1982).

A grande vencedora da premiação foi a Imperatriz Leopoldinense, atual campeã do Carnaval carioca. A

 

escola do bairro de Ramos, na zona norte do Rio, fechou a primeira noite de desfiles no domingo (11) e abocanhou os prêmios de melhor samba-enredo, melhor ala (Sonhar com Rosas), mestre-sala (Phelipe Lemos), porta-bandeira (Raphaela Theodoro) e intérprete (Pitty de Menezes).

Encerrando a primeira noite, a Imperatriz Leopoldinense trouxe o universo dos ciganos.

O enredo “Com a sorte virada pra lua segundo o testamento da cigana Esmeralda” foi desenvolvido pelo carnavalesco Leandro Vieira e teve como base o folheto “O testamento da cigana Esmeralda”, do cordelista Leandro Gomes de Barros.

Confira a lista:

  • Escola: Portela
  • Samba-Enredo: Imperatriz Leopoldinense
  • Bateria: Estação Primeira de Mangueira
  • Enredo: Portela
  • Comissão de Frente: Unidos do Viradouro (Priscila Mota e Rodrigo Neri)
  • Puxador: Imperatriz Leopoldinense (Pitty de Menezes)
  • Mestre-Sala: Imperatriz Leopoldinense (Phelipe Lemos)
  • Porta-Bandeira: Imperatriz Leopoldinense (Raphaela Teodoro)
  • Ala: Imperatriz Leopoldinense (Sonhar com Rosas)
  • Ala das Baianas: Beija-Flor de Nilópolis
  • Ala de Passistas: Mocidade Independente de Padre Miguel
  • Inovação: Acadêmicos do Salgueiro (cachoeira de led)
  • Personalidade: Portela (Vilma Nascimento)
  • Revelação: Unidos do Porto da Pedra (Mestre Pablo)
  • Escola da Série Ouro: Estácio de Sá
  • Samba-Enredo da Sério Ouro: Estácio de Sá
  • Categoria Fernando Pamplona: Arranco do Engenho de Dentro

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − dois =