Manaus,
×
Manaus,

Esportes

Moradores da Betânia comemoram chegada do Pelci à comunidade

Novo espaço irá beneficiar mais de 120 jovens e crianças


O Governo do Amazonas anunciou que os recém-inaugurados campos do Betanhão e Noroeste se tornam um novo núcleo do Programa Esporte e Lazer na Capital e no Interior (Pelci), no bairro Betânia, na manhã desta sexta-feira (10). Coordenado pela Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), o novo espaço irá beneficiar mais de 120 crianças e adolescentes, com idade de 7 a 17 anos, oferecendo aulas gratuitas de futebol.

sedel-inauguracao-dos-campos-do-betanhao-e-noroeste-foto-julcemar-alves-sedel

Foto: Julcemar Alves/Sedel e Divulgação/Sedel

“A chegada do Pelci ao bairro da Betânia é mais uma demonstração do comprometimento do Governo do Amazonas com o esporte e qualidade de vida. Estamos oferecendo não apenas um espaço para a prática de esportes, mas um ambiente seguro onde nossas crianças e jovens possam crescer com bem-estar, disciplina e cidadania”, disse o secretário da Sedel, Jorge Oliveira.

O novo espaço foi totalmente recuperado, além dos campos conta com vestiários e quadra de areia, sendo uma arena multiuso para a população da zona Sul de Manaus. As inscrições para as aulas serão abertas na próxima segunda-feira (13), com as atividades ocorrendo pela manhã, tarde e noite, na modalidade de futebol de campo, para os públicos masculino e feminino.

“Tenho certeza que esse projeto alcançará muitas crianças, tirando elas da rua e dos caminhos ruins, além de incentivar a frequentar a escola e ter boas notas”, exaltou Matheus Rebouças, pai do novo atleta do Pelci Mouzart Ramos.

O Pelci é o maior programa socioesportivo do Brasil, alcançando mais de 15 mil jovens e crianças em todo o estado do Amazonas. Os pais e responsáveis interessados em matricular seus filhos no programa, deve-se procurar o local das atividades no espaço durante o horário de atividades, munidos da seguinte documentação: cópia do RG e CPF do aluno e do responsável, declaração escolar atualizada, comprovante de residência e uma foto 3×4.

“Tenho um sentimento de gratidão, de agradecimento mesmo, por tudo o que o Pelci vai propor ao meu filho. Ele gosta de futebol e poderá interagir com outras crianças, saindo do celular. O bairro da Betânia há muitos anos precisava de um programa assim e com a chegada do Pelci quem ganha é a comunidade”, finalizou Cirleyde Grana, mãe de Enzo de Souza.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 3 =