Manaus,
×
Manaus,

Esportes

Judoca Aliany Silva, de Carauari-AM, celebra medalhas no Brasileiro Regional e na seletiva dos JEB’s

O Brasileiro Regional de Judô aconteceu no último fim de semana, dias 6 e 7 de abril, em Teresina (PI)


De Carauari, interior do Amazonas, para os pódios do Brasil. A judoca Aliany Silva, de apenas 15 anos, celebra uma semana histórica com as conquistas de duas medalhas de bronze no Campeonato Brasileiro Regional e uma de ouro na Seletiva Estadual da FADE/CBDE para os Jogos Escolares Brasileiros (JEB’s 2024) na classe Sub-18.

img-20240415-wa0005

Fotos: Agência Emanuel Sports & Marketing

O Brasileiro Regional de Judô aconteceu no último fim de semana, dias 6 e 7 de abril, em Teresina (PI). Aliany, que é atleta do Centro da Juventude de Carauari/Equipe Bushidô de Judô, foi uma das sensações do campeonato, pois mesmo com apenas 15 anos foi medalhista de bronze nas classes Sub-18 e Sub-21, competindo na categoria – 57 kg.

Na Seletiva Estadual de Judô, realizada no último sábado (13), a menina da Calha do Juruá foi medalhista de ouro novamente. O desempenho espetacular garantiu a jovem judoca entre os 16 integrantes da seleção amazonense que vai disputar os JEB’s 2024. A competição nacional acontecerá no mês de junho, em Maceió (AL), e servirá como seletiva para a Gymnasíade (Mundial Escolar Sub-18), em outubro, no Bahrein.

img-20240415-wa0007

Fotos: Agência Emanuel Sports & Marketing

“Muito feliz por essa semana incrível na minha vida. Primeiro, pelas duas medalhas de bronze no Brasileiro Regional, e agora pelo ouro e pela classificação para os JEB’s. Agradeço ao apoio do prefeito Bruno Ramalho, e a toda equipe da prefeitura que me deu suporte – Beto Oliveira, Neto Onofre, Sildina, meu sensei Joel e a todos que me ajudaram e me ajudam. Carauari mostrou a sua força no esporte”, agradeceu a menina prodígio, que cursa o 1° ano do Ensino Médio na Escola Estadual Osvaldo Nascimento.

“Gratidão também à direção da escola, aos meus professores e minhas professoras. A escola entende que represento a instituição e o esporte de Carauari e me concedeu uma licença para as competições, justificando as minhas faltas. Quando voltar eu recupero tudo porque não basta ser uma boa atleta, é preciso ser uma boa aluna também”, concluiu Aliany, que já embarcou rumo à Princesinha do Juruá.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 19 =