Manaus,
×
Manaus,

Esportes

Atletas do ‘Manaus Olímpica’ totalizam oito medalhas no Brasileiro de Jiu-Jítsu

Os atletas amazonenses da categoria juvenil lutaram 20 vezes e garantiram as medalhas


Os atletas amazonenses seguem brilhando nos tatames da 1ª etapa do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jítsu de 2024, que acontece em Barueri (SP) até o dia 28 de abril. Com apoio da Prefeitura de Manaus, os competidores do programa “Manaus Olímpica”, da Fundação Manaus Esporte (FME), receberam passagens aéreas e ajuda de custo.

esporte-2-2

Divulgação/FME

Após seis dias de combates, os atletas amazonenses da categoria juvenil já lutaram 20 vezes e garantiram o total de oito medalhas. As conquistas mais recentes foram de Luane Carvalho, que levou um ouro e um bronze, e de Orlando Neto, que faturou uma medalha de prata. Com duas medalhas no peito, Luane agradece o apoio e destaca a experiência.

“Minha participação no Brasileiro foi ótima, tanto que eu me consagrei campeã na minha categoria, mas no absoluto eu acabei sendo parada na semifinal e fiquei com o terceiro lugar. Mas nada a lamentar, só agregar aprendizado para os próximos campeonatos. Quero agradecer a prefeitura, que foi essencial apoiando com passagem e ajuda de custo para que eu estivesse aqui. Agradeço muito”, disse.

Nos primeiros dias, subiram ao pódio Maria Eduarda Martim (faixa azul, peso leve), com dois ouros, Tony Guilherme Barros (faixa azul, peso leve), Raissa de Souza Pereira (faixa azul, peso-galo) e Khindrya Jaianne Santos (faixa azul, superpesado) que garantiram uma medalha de bronze cada um. O professor Samuel Oliveira, que acompanha a delegação, projetou a reta final da competição nacional.

“Nesta primeira etapa do Brasileiro já tivemos 20 atletas competindo, fazendo grandes lutas, cada um dando seu espetáculo nos tatames. Manaus está sendo muito bem representada aqui em Barueri. Chegamos a oito medalhas conquistadas e estamos ansiosos para os próximos dias”, finalizou.

A delegação que hoje representa a cidade e o estado entre os grandes talentos da modalidade no Brasil foi formada por atletas qualificados em uma seletiva realizada pela prefeitura, que teve mais de 1,3 mil inscritos em março.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =