Manaus,
×
Manaus,

Brasil e Mundo

Operação ‘Estiagem’:

Prefeito acompanhou carregamento de balsa com mantimentos para beneficiar mais 500 famílias atingidas pela severa estiagem nos rios amazônicos


O prefeito de Manaus, David Almeida, acompanhou, na noite desta terça-feira (10), o carregamento da balsa que fará a entrega da ajuda humanitária, por meio da operação “Estiagem”, da Prefeitura de Manaus, para as famílias de comunidades localizadas na costa do Tabocal e no Paraná da Eva, no baixo Amazonas. Ao todo, a balsa será carregada com mil cestas básicas, mil garrafões de água potável e mil kits de higiene, beneficiando 500 famílias.

Dhyeizo Lemos / Semcom

“Todas as comunidades mapeadas no rio Negro já foram atendidas. Esse carregamento vai agora para o rio Amazonas. Aqui serão mais dez comunidades atendidas, fora as que nós já atendemos próximos ali do Puraquequara. Então, das 64 comunidades mapeadas, nós vamos chegar já em 52, 54. Nós estamos levando mantimentos para atender 500 famílias. Vamos entregar duas cestas básicas por família, para que elas possam ter mantimentos por até um mês”, enfatizou Almeida.

Em pouco mais de uma semana, a Prefeitura de Manaus já atendeu cerca de 3,7 mil famílias ribeirinhas com a operação “Estiagem”, em comunidades rurais em isolamento decorrente da histórica estiagem deste ano.

De acordo com o chefe do Executivo municipal, esta ação só ressalta o compromisso da atual gestão de olhar para todos os moradores da capital, independente da zona.

“Nós temos uma programação para atender nesse problema da estiagem por até 90 dias. Com essas cestas que nós estamos enviando aqui, chegamos a 5,7 mil cestas básicas distribuídas que vão atender a população que nesse momento necessita do braço e do apoio da prefeitura”, afirmou.

Dhyeizo Lemos / Semcom

Poços

Questionado sobre o abastecimento de água, David Almeida anunciou que a concessionária responsável pelos serviços de água, coleta e tratamento de esgoto da cidade, a Águas de Manaus, vai dar andamento no processo de perfuração de alguns poços, resolvendo um problema crônico dessas comunidades.

“Hoje, eu me reuni com a empresa que abastece a cidade de Manaus com a água. Já estamos em andamento com a perfuração de alguns poços em algumas comunidades. Nós temos 90 dias de um problema sério que é essa estiagem, e nós vamos continuar a perfuração de poços, a entrega de alimentos, de kits, merenda escolar, vamos também entregar o kit de higiene. Vamos perfurar outros poços mais profundos para que possamos ter água armazenada durante todo o período da estiagem e depois que a estiagem passar também, para que essa água possa ser distribuída para as comunidades”, finalizou.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − três =