Manaus,
×
Manaus,

Brasil e Mundo

Nova BMW R 1300 GS será produzida a partir de fevereiro na planta Manaus

Motocicleta chegará às concessionárias no segundo trimestre de 2024


Apresentada ao mundo em setembro do ano passado, em comemoração aos 100 anos da BMW Motorrad, a nova BMW R 1300 GS será produzida a partir de fevereiro na fábrica do BMW Group em Manaus — única planta fora da Alemanha a produzir exclusivamente motocicletas BMW. A BMW R 1300 GS é o primeiro passo da BMW Motorrad rumo aos próximos 100 anos e será lançada no Brasil no segundo trimestre de 2024, para manter a marca no topo do pódio do segmento Premium.

aa1e74bc3b9037d5b3f1a826e157c793

(Foto: Divulgação)

“A BMW Motorrad estabeleceu um novo segmento de Enduro Touring há mais de 40 anos, com a R 80 G/S, e os modelos BMW Motorrad GS com motor boxer têm liderado o segmento de motocicletas aventureiras também no Brasil. Para seguirmos essa trilha de sucesso, a nova BMW R 1300 GS incorpora um design quase completamente novo, com novo motor, capacidade de manobra acima da média e grande qualidade de pilotagem. Trata-se de uma moto com a qual, mais uma vez, vamos surpreender a concorrência”, afirma Julian Mallea, CEO da BMW Motorrad Brasil.

Pesando 12kg a menos que a antecessora BMW R 1250 GS, a nova BMW R 1300 GS traz mais uma vez o lendário motor boxer de dois cilindros. Com exatamente 1.300 cc, o motor produz uma potência de 145 cv a 7.750 rpm, desenvolvendo um torque máximo de 149 Nm a 6.500 rpm. Este é o motor boxer BMW mais potente já produzido em série.

A BMW Motorrad Brasil planeja lançar sete modelos novos até 2025, todos produzidos na planta Manaus — três já estão disponíveis (a roadster F 900 R, a esportiva S 1000 RR e a scooter C 400 X). A nova BMW R 1300 GS é o quarto lançamento e mais três modelos reforçarão o portfólio até o próximo ano, com produção na fábrica manauara.

Planta Manaus em ritmo acelerado

Em processo de expansão, resultado de um investimento de R? 50 milhões do BMW Group anunciado em 2022, a fábrica do BMW Group em Manaus confirmou, em setembro do ano passado, ampliação de 13% em sua capacidade anual de produção (de 15 mil para 17 mil motos por ano). Antes disso, também avançou em tamanho, autonomia e sustentabilidade com a inauguração do prédio 3 da fábrica, uma ampliação de 50% na área útil da planta.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 5 =