Manaus,
×
Manaus,

Brasil e Mundo

Conselheiro do TCE-AM é agraciado com medalha do Mérito Acadêmico da Ejud

A condecoração é entregue a professores, escritores, pesquisadores e notoriedades que tenham contribuído de forma relevante para o estudo e o ensino do direito no estado


Em solenidade que reuniu autoridades do sistema judiciário e político, na tarde desta quinta-feira (22), o Ouvidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, recebeu a medalha do Mérito Acadêmico da Escola Judicial (Ejud) do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

908a3d86-177f-439c-8874-1e535ad4ecba

Foto: Filipe Jazz

A condecoração é entregue a professores, escritores, pesquisadores e notoriedades que tenham contribuído de forma relevante para o estudo e o ensino do direito no estado.

Mestre em Ciência Política e com mais de 30 anos de vida pública dedicada ao Amazonas, o conselheiro foi escolhido pela Ejud devido ao trabalho pedagógico frente à Corte de Contas, principalmente durante a última gestão à frente da Escola de Contas do TCE-AM, no biênio 2022-2023, em que buscou fortalecimento da atuação por meio de cursos e treinamentos, como prevenção a possíveis irregularidades de gestores públicos.

“A parceria com a Ejud do Tribunal de Justiça do Amazonas é muito forte, então, recebendo esta medalha, eu ofereço a homenagem para o nosso Tribunal”, disse o conselheiro Mario de Mello, após ser condecorado.

A cerimônia foi acompanhada pela presidente do TCE-AM, conselheira Yara Amazônia Lins dos Santos, que compôs mesa no evento, entre outras autoridades.

Servidoras do TCE-AM estão entre os agraciados

As servidoras do TCE-AM Rosanila Maria de Britto Feitoza Pantoja e Solange Maria Ribeiro da Silva também foram agraciadas com a condecoração pela atuação na Escola de Contas do TCE-AM.

Medalha do Mérito Acadêmico

A entrega da Medalha ocorreu durante a solenidade de abertura do ano letivo 2024 da Escola Judicial do Tribunal de Justiça do Amazonas (Ejud/TJAM). O evento foi realizado no auditório do prédio anexo à Sede do Poder Judiciário, em Manaus.

Entre as 50 personalidades condecoradas estavam ministros, magistrados, juristas, procuradores, advogados, reitores, secretários de estado, militares, deputados estaduais, servidores e profissionais ligados à educação.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + treze =