Manaus,
×
Manaus,

Brasil e Mundo

Cadastro e recadastro da meia-passagem estudantil 2024

O cadastro iniciou nesta segunda-feira (15) e segue até o dia 29/2


A Prefeitura de Manaus, por meio do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), informa aos estudantes que a campanha para o cadastramento ou recadastramento no Sistema da Meia-Passagem, iniciou, nesta segunda-feira, 15/1, e segue até o dia 29/2. É fundamental que os estudantes realizem o cadastro dentro do prazo estabelecido para usufruir do benefício da meia-passagem. Contudo, mesmo após o encerramento da campanha, os estudantes ainda têm a possibilidade de obter o direito ao benefício.

53464745967_52e85c5111_o

Foto: Phil Limma/Semcom

O diretor-presidente do IMMU, Paulo Henrique Martins, reforça que possui direito a meia-passagem estudantes da rede particular de ensino (educação infantil e básica) e de ensino superior (rede pública e privada).

“O prazo inicia dia 15 de janeiro e vai até 29 de fevereiro deste ano. É importante que o aluno atualize seus dados no recadastro, incluindo informações como: se mudou de escola, está matriculado em um novo curso ou se encerrou alguma atividade escolar citada no antigo cadastro”, explicou Martins.

O cadastro e/ou recadastro 2024 pode ser realizado através do site estudantes.manaus.am.gov.br. O prazo vai até o dia 29/2 e é destinado a estudantes da rede privada e de universidades. Nos meses de janeiro e fevereiro, o limite para este grupo é de 38 créditos, por abranger o período de férias.

Primeiro cadastro

O estudante que nunca utilizou o benefício da meia-passagem, não importa a idade, poderá se cadastrar pela primeira vez no site: estudantes.manaus.am.gov.br.

Após esse procedimento, o aluno aguardará a aprovação de seu cadastro pela instituição de ensino e o início do ano letivo, para poder comprar a quantidade de créditos referentes ao curso que irá frequentar. O CPF é obrigatório para o cadastro.

Recadastramento

O processo de recadastramento nada mais é que a atualização de todas as informações acadêmicas do ano de 2023. O aluno deverá informar se mudou de curso, se mudou de endereço ou se mudou de instituição. Após esse procedimento, o aluno deverá aguardar a Instituição de Ensino conferir a veracidade dos dados informados no cadastro. Se tudo estiver correto e o mesmo possuir matrícula na escola, o responsável pela Instituição de Ensino deverá aprovar o cadastro.

Caso o estudante tenha perdido ou danificado seu cartão e deseja solicitar outro, o mesmo pode solicitar o serviço pela Sindy e/ou SAC do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) 0800 2123 270, horário comercial das 8h às 17h.

Cartão Passa-Fácil gratuito

Durante o período de 15/1 a 29/2, qualquer usuário do sistema de transporte coletivo que precisar solicitar a emissão do Cartão Passa-Fácil, pode realizar o serviço de forma digital através da assistente virtual do Sinetram Sindy, pelo WhatsApp (92) 98444-4412.

O gerente de bilhetagem do Sinetram, Fábio Byron, explicou que, durante este período, quem solicitar a retirada nos terminais, incluindo a segunda via, não pagará a taxa de R$ 15 da emissão do cartão.

“A retirada gratuita pode ser realizada nos terminais, T1 – Constantino Nery, T3 – Cidade Nova e T5 – São José. Caso o usuário solicite a entrega em casa, além de não pagar os R$ 15 da segunda via, a taxa de entrega também estará com valor promocional neste período. De R$ 12,50 por R$ 9,90”, finalizou.

Se for emitir em um dos postos físicos (sede do Sinetram ou shopping Phelippe Daou) a cobrança dos R$ 15 contínua.

Gratuidade

Os alunos matriculados na rede pública municipal e estadual não precisam realizar o processo de cadastro e recadastro. Os alunos que já usufruem e se encaixem no seguinte perfil: que estejam matriculados em escola pública, da rede municipal ou estadual, que morem a mais de 1 quilômetro de distância da escola e estejam com o CPF preenchido na central de matrícula tem o cadastro realizado automaticamente.

O estudante que mora a menos de 1 quilômetro de distância da escola, que não recebeu o benefício da gratuidade, mas tem o cartão Passa-Fácil, poderá comprar a meia-passagem normalmente até o limite de 60 passagens por mês.

Além disso, todo estudante que possui o benefício da gratuidade, poderá se cadastrar em cursos livres, como: Pré-vestibular e idiomas, para obter também o direito ao benefício da meia passagem.

Atualização cadastro escolas privadas e cursos livres

O IMMU reforça para que as escolas particulares, faculdades e cursos em geral atualizem seus cadastros junto ao órgão para garantir o benefício da meia-passagem a seus estudantes. A renovação do cadastro deve ser feita no site escolas.sinetram.com.br.

Para ter acesso ao sistema, os responsáveis pelas escolas devem entrar no site e clicar no item “Acesso administrativo” e, depois, no item “Esqueci a senha” e informar o e-mail cadastrado para receber nova senha de acesso. A partir daí, devem preencher as informações solicitadas.

Para garantir o benefício, os responsáveis pelas instituições de ensino devem preencher formulário com informações, como nome da unidade de ensino/razão social; nome fantasia para sociedades empresariais; CNPJ; número de Alvará (estabelecimento privado); Sistema Integrado de Gestão Educacional do Amazonas (Sigeam), entre outros dados.

Essa é a primeira fase do novo formato de cadastro, que será totalmente automatizado. Após a atualização cadastral, a prefeitura, via IMMU, irá promover um treinamento com os responsáveis pelas escolas para orientá-los sobre como fazer o cadastro dos estudantes.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 + 9 =