Manaus,
×
Manaus,

Brasil e Mundo

Bases Fluviais Arpão 2 e Tiradentes partem para operações nos rios do Amazonas

Equipes integradas das Forças de Segurança atuarão no combate ao narcotráfico, biopirataria e extração ilegal ouro, dentre outros


As Bases Fluviais Arpão 2 e Tiradentes partiram, na madrugada desta segunda-feira (8), para dar início às operações nos rios do Amazonas. As duas embarcações levaram um efetivo integrado das Forças de Segurança, que tem como objetivo combater o narcotráfico, à pirataria e os crimes ambientais nas fronteiras e divisas do Amazonas.

img-20240108-wa0019

Fotos: Carlos Soares: SSP/AM

As duas Bases são coordenadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM). A Base Fluvial Arpão 2 vai operar entre os rios Negro e Branco, beneficiando os municípios da calha do rio Negro, dentre eles Barcelos, Novo Airão e Santa Isabel do Rio Negro.

Já a Base Fluvial Tiradentes vai reforçar toda a calha dos rios do Alto Solimões, entre Tefé e Nova Olinda do Norte, até o município de Japurá.

Efetivo

O envio dos policiais faz parte da operação Fronteira Mais Segura, do programa Amazonas Mais Seguro, coordenado pela SSP-AM, por meio da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop) a partir do Gabinete de Gestão de Fronteiras e Divisas (GGI-F).

img-20240108-wa0021

Fotos: Carlos Soares: SSP/AM

Os trabalhos também fazem parte das ações da operação Protetor da Fronteira e Divisas, pertencente ao Programa Nacional de Enfrentamento às Organizações Criminosas (ENFOC), do Governo Federal.

Além da SSP-AM, as bases fluviais contam com o efetivo da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Força Nacional de Segurança Pública e Marinha do Brasil.

Entrega

A Base Fluvial Arpão 2 foi entregue pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, na quarta-feira (3). A estrutura terá investimento anual de R$ 4,75 milhões, com recursos e gerenciamento da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM) e projeto e execução da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

img-20240108-wa0022

Fotos: Carlos Soares: SSP/AM

A estrutura é equipada com armamentos e equipamentos de ponta, como metralhadoras Negev, drones e óculos de visão noturna, além do auxílio de lanchas blindadas e uma academia que vai ajudar na manutenção da performance dos agentes de segurança.

 

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × quatro =