Manaus,
×
Manaus,

Brasil e Mundo

Avanço das obras do Prosamin+ surpreende BID

Para Gustavo Méndez, líder da Divisão de Água e Saneamento do banco, a execução do programa caminha melhor do que o planejado


Os avanços nas frentes de obras do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+) surpreenderam o líder da Divisão de Água e Saneamento no Brasil e coordenador dos Países do Cone Sul do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Gustavo Méndez.

habitacional-prosamin_tiago-correa_ugpe05

Foto: Tiago Corrêa/UGPE

“É impressionante a quantidade de frentes de obras em execução”, disse Méndez, diante dos resultados apresentados pela Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE), durante reunião de avaliação, em Brasília.

O programa, cujo contrato de empréstimo foi assinado no início de 2023, está caminhando, nas palavras de Méndez, “melhor do que se havia programado”.

De acordo com a apresentação feita pelo secretário da UGPE, Marcelus Campêlo e pelo subcoordenador de Planejamento, Leonardo Barbosa, o Prosamin+ já tem em andamento sete frentes de obras na área da Comunidade da Sharp e outras cinco na Manaus 2000, além de um conjunto residencial.

“Há expectativa de entrega, até dezembro, de 280 unidades habitacionais e do reassentamento de mais de 1.060 famílias. O programa já reassentou, até o momento, mais de mil famílias”, afirma Campêlo.

Entre as obras em andamento estão as de esgotamento sanitário e abastecimento de água, macro e microdrenagem, terraplenagem, sistema viário, unidades habitacionais, e uma ponte na avenida Grande Circular, intervenção importante para prevenir alagações na área. Também avançam demolições gerais, supressão vegetal, limpeza de áreas degradadas, remoções e transporte de materiais, mudanças de moradores e remanejamento, entre outros.

dcim101mediadji_0001-jpg

Foto: Tiago Corrêa/UGPE

Outra obra já iniciada é a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Raiz, em uma área remanescente do Prosamin II, na zona sul. Construída pela concessionária de serviços de água e esgoto do Município, a Manaus Ambiental, a ETE Raiz faz parte do acordo de cooperação firmado entre Estado e Prefeitura de Manaus, por meio do qual o governo doou o terreno para a concessionária construir a estação de tratamento. A estação irá receber os efluentes trazidos pela rede de esgoto construída pelo Prosamin+.

Agilidade nas contratações

De acordo com Leonardo Barbosa, cerca de 88% dos recursos da fonte de empréstimo junto ao BID já foram contratados. De 80 milhões de dólares financiados, já contratamos 70 milhões, o que demonstra a eficiência da UGPE na estratégia de planejamento com as contratações antecipadas e na condução dos processos de licitação.

“Os grandes contratos foram assinados, com anuência do BID, antes mesmo da assinatura do próprio contrato de empréstimo que viabilizou a operação de crédito internacional”, observa.

Para Leonardo Barbosa, alguns fatores, além da agilidade nas contratações na fase inicial do Programa, foram preponderantes no avanço rápido das obras, dentre os quais, a determinação do governador Wilson Lima em acelerar o reassentamento das famílias para retirá-las do risco de alagação e, assim, evitar problemas como os que aconteceram nas chuvas do ano passado, quando muitas famílias perderam casas e demais pertences. Com isso, quase 50% da meta de reassentamento foi concluída em um ano, de um programa que vai durar cinco anos.

“O sucesso na retirada de muitas famílias em tempo recorde viabilizou a liberação de diversas frentes de obras antes do previsto, possibilitando, assim, o avanço, acima do esperado, na execução das obras”, ressaltou.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + nove =