Manaus,
×
Manaus,

Brasil e Mundo

Alunos da rede estadual participam de ‘Laboratório dos Sonhos’

O projeto é do Unicef e tem o objetivo de incentivar debates e promover transformação social


Mais de 200 alunos da Escola Estadual (EE) Gilberto Mestrinho, zona leste de Manaus, participam, neste sábado e domingo (2 e 3), da Jornada de Inovação, mais uma etapa do projeto ‘Laboratório dos Sonhos’. As atividades fazem parte de um evento inédito no Brasil, promovido pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O objetivo é proporcionar debates e estimular soluções para problemas sociais vividos pelos participantes, na comunidade onde vivem.

mais-de-200-alunos-da-rede-estadual-participam-de-laboratorio-dos-sonhos-foto-euzivaldo-queiroz-seduc

Foto: Euvizaldo Queiroz/ Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar

Para a ação em Manaus, jovens do bairro Colônia Antônio Aleixo, na zona leste da cidade, foram os escolhidos nas atividades. Dentro da unidade de ensino, os mesmos já desenvolvem, desde o ano passado, o Núcleo de Cidadania de Adolescentes (Nuca), que possui o selo do Unicef. Em conjunto, os estudantes debateram problemáticas e apontaram soluções.

Dentre as temáticas observadas no Nuca, os alunos conversaram sobre meio ambiente, espaços de lazer para a juventude, acesso ao mercado de trabalho e estigmatização sobre a área onde vivem. O projeto, de acordo com a estudante Daniely da Silva, 17, foi muito bem recebido pelos discentes.

“A gente escuta muito que os jovens não têm visão de futuro, mas eu enxergo que nós somos o futuro e tínhamos coisas para falar. Fomos ouvidos e hoje estou muito feliz de estar aqui, ter essa oportunidade. Tenho certeza que não vou sair como a mesma pessoa que cheguei”, compartilhou a aluna.

Programação

Após a jornada de inovação, que se encerra neste domingo (3), os jovens participarão, nas próximas semanas, de oito encontros com oficinas e palestras que subsidiarão o passo a passo dos projetos a serem desenvolvidos pelos participantes. Os tópicos que serão debatidos são: 1) Liderança e Propósito; 2) Direitos Humanos; 3) Criatividade; 4) Jornalismo Comunitário; 5) Meio Ambiente; 6) Arte Urbana; 7) Redes Sociais e 8) Elaboração de Projetos.

“O projeto vem instigar o aluno da rede estadual a mudar sua comunidade a partir dessas ferramentas expostas. Com esse conhecimento, eles são capazes de definir estratégias possíveis”, destacou a secretária executiva adjunta da Capital, da Secretaria de Educação, Edilene Pinheiro, que esteve presente no evento.

A mentoria acontecerá semanalmente, por grupos, que se já se dividiram neste sábado. Essa etapa vai preparar os participantes para a fase final do programa, intitulada de “Demoday”. Neste momento, os projetos de soluções desenvolvidos pelos jovens serão apresentados a um painel de avaliadores, composto por membros do setor público, lideranças sociais e investidores.

No fim, o objetivo é proporcionar a possibilidade de angariar suporte financeiro para que as iniciativas dos jovens, protagonistas do processo, saiam do papel e mudem a comunidade deles. O Demoday acontecerá em maio deste ano.

“Toda essa trajetória foi criada com uma intenção clara, a de proteção e prevenção contra as violências que acontecem contra crianças e adolescentes, e a possibilidade disso se tornar propostas de ação dos próprios envolvidos”, finalizou a chefe do escritório do Unicef em Manaus, Debora Nandja.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + dezesseis =