Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

TCE-AM conclui formação de 22 alunos do programa Menor Aprendiz

O programa é realizado em parceria com a Associação Para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia (Adcam)


Em solenidade realizada na tarde da última quarta-feira (22), o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) realizou a formatura de 22 alunos que integraram o programa Menor Aprendiz durante os últimos dois anos. Realizada no auditório da Corte de Contas, o evento contou com a presença de alunos, coordenadores e familiares dos adolescentes.

img-20240523-wa0014

Fotos: Filipe Jazz

Representando a conselheira-presidente Yara Amazônia Lins, o secretário-geral de Administração do TCE, Antônio Rosa Júnior, realizou a abertura do evento e deu os parabéns a todos os formados no programa.

“O programa Jovem Aprendiz, realizado pelo Tribunal há anos, é fundamental tanto para a instituição quanto para a sociedade amazonense. Os jovens aprendizes ajudam nas atividades administrativas do Tribunal, adquirem conhecimento profissional e são reintegrados à sociedade com maior maturidade. Isso atende ao desejo da presidente do Tribunal de se aproximar e contribuir socialmente com a comunidade”, comentou o secretário-geral.

“O evento de encerramento marca o término desse ciclo na vida deles, preparando-os melhor para o mercado de trabalho com sua primeira experiência profissional. O Tribunal valoriza essa contribuição dos jovens para a sociedade, retribuindo-a ao longo dos dois anos de participação no programa”, concluiu.

Para o formando João Victor Castro, de 18 anos de idade, o programa Menor Aprendiz foi um marco tanto pessoal quanto profissional. Segundo ele, que integra o projeto desde 2022, a formatura representa agora um passo para o seu futuro.

“Essa aprendizagem foi um divisor de águas na minha vida, tanto na parte profissional, quanto pessoal, tudo o que aprendi de fundamental nesta etapa do meu desenvolvimento foi no programa. Agora estou cursando Jornalismo e pretendo seguir na área, mas sem esquecer os aprendizados e amizades que conquistei no programa de Menor Aprendiz do TCE”, destacou.

A paraninfa de João, Socorro Lins Batista, comentou sobre os dois anos de atuação do adolescente na Corte de Contas amazonense.

“Assim como todos os outros alunos do programa, o João se tornou praticamente parte da família. Fico muito feliz em ter acompanhado o desenvolvimento de todos eles, que entraram de uma forma e, agora formados, saem com um futuro brilhante à frente, com seriedade, profissionalismo e competência”, disse a servidora do TCE-AM.

Já tradicional no âmbito do Tribunal, com mais de 30 anos de atividades, o programa é realizado em parceria com a Associação Para o Desenvolvimento Coesivo da Amazônia (Adcam) e objetiva preparar e inserir adolescentes no mercado de trabalho, proporcionando a inclusão social com o auxílio da qualificação e desenvolvimento de práticas profissionais.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 + 20 =