Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

SES-AM, Fiocruz e sociedade civil assinam pacto interinstitucional ao combate do HIV/Aids

Termo interinstitucional e carta de intenção vão somar na qualidade da saúde pública


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), o Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) e Organizações Sociais Civis assinaram, nesta quinta-feira (2/12), pactuação e carta de intenção para o fortalecimento das políticas em saúde de HIV/Aids no Amazonas.

O objetivo dessa assinatura é realizar diálogos, estratégias e ações de ensino com capacitação de profissionais de saúde da capital e interior do Amazonas, atuando na prevenção e saúde de pessoas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) e hepatites virais.

Com a assinatura do termo de pacto interinstitucional foi criado um espaço coletivo para diálogo entre gestores da saúde e a sociedade civil organizada para a operacionalização de políticas de saúde.

(Foto: Rodrigo Santos/SES-AM)

A secretária adjunta de políticas em saúde SES-AM, Nayara Maksoud, lembra os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) atuando com integralidade, universalidade e equidade.

“Atuar junto, através de um termo de cooperação com a Fiocruz, utilizando toda a sua expertise no assunto de enfrentamento ao HIV/Aids para nós é um passo importantíssimo porque poderemos somar estratégias, somar ações e discussões. Mais importante ainda é ter neste processo a sociedade civil de luta contra o HIV/Aids porque mostra que o controle social também ajuda no fortalecimento das políticas”, ressaltou a secretária.

Já a Carta de Intenção visa qualificar os profissionais de saúde que atuam na prevenção, diagnóstico e tratamento do HIV/Aids.

De acordo com a diretora da Fiocruz Amazônia, Adele Benzaken, o interesse na capacitação é para o combate ao HIV e também para outras IST, como sífilis, hepatites B e C, entre outros. “A Fiocruz tem como uma das metas principais a questão da capacitação. Queremos capacitar os profissionais tanto na capital, no interior ou na região de fronteira. Essa contribuição vai ser fundamental para um novo ar”, afirmou.

Para o coordenador do Fórum Amazonas, Gabriel Mota, a retomada da mobilização significa esperança para as políticas públicas em saúde de HIV/Aids no Estado. “O poder público avança muito mais e tem resultados melhores a partir do momento que as Organizações Não Governamentais participam das decisões que vão ser tomadas pelo executivo”, disse.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 + oito =