Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

Preparação de novos promotores de Justiça do interior do Amazonas encerra com curso sobre princípios de gestão no MPAM

Atividade foi conduzida pela subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Administrativos do MPAM, Lílian Maria Pires Stone, ontem à tarde


Após mais de 30 dias de intensa programação de formação, o curso de ingresso para os 22 novos promotores de comarcas no interior do Amazonas chegou ao fim, na tarde da última quinta-feira (16), com uma palestra sobre princípios de gestão pública. O curso ainda reserva para os dias 22 e 23 de maio a apresentação de artigos jurídicos elaborados pelas equipes de promotores.

img-20240517-wa0021

Foto: Hirailton Gomes

Para a subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Administrativos do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), Lílian Maria Pires Stone, que comandou a palestra de encerramento, é fundamental que os novos profissionais pensem em seus trabalhos de forma institucional e não pessoal.

“Eu entendo que cada promotor de Justiça é gestor da sua promotoria, isto é, eles precisam aprender pontos estratégicos de gestão e eu acredito que hoje conseguimos passar isso para todos”, afirmou, ressaltando que a extensa programação do curso de ingresso é um feito inédito.

“Tenho certeza de que eles já estão indo para o interior com mais bagagem do que esperavam levar e fico muito feliz de contribuir nessa preparação”, comentou a subprocuradora-geral de Justiça.

 

Titular da comarca de Atalaia do Norte, o promotor de Justiça Dimaikon Dellon avaliou o curso de ingresso como uma experiência única. “Posso dizer que, em pouco mais de um mês, absorvi muito conhecimento rumo a essa nova missão”, comentou.

Já a promotora de Justiça de Tabatinga, Gabriela Rabelo Vasconcelos, revelou que, ao mesmo tempo que passar em um concurso e ser promotora de Justiça é a realização de um sonho, também é algo que gera uma expectativa muito alta pelo dever a cumprir.

“Participar de atividades como a de hoje é algo muito reconfortante por poder contar com a palavra de colegas experientes e que já superaram outros desafios”, comentou.

Sobre o curso de ingresso

O curso de ingresso do MPAM, realizado no auditório Gebes de Mello Medeiros, no 1º andar do edifício-sede, tem como objetivo fornecer capacitação prática aos novos promotores de Justiça, viabilizando uma atuação ética e eficaz. Durante a programação, cuja duração superou 30 dias neste ano, os participantes têm a oportunidade de adquirir conhecimento sobre as ferramentas e procedimentos do Ministério Público, preparando-os adequadamente para desempenhar suas funções ministeriais com competência e responsabilidade.

A formação dos promotores é realizada pelo Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), coordenado pelo promotor de Justiça amazonense João Gaspar Rodrigues, em parceria com a Corregedoria-Geral do MPAM. Entre os destaques desta edição, os promotores puderam contar com as contribuições ilustres do corregedor-geral do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Ângelo Fabiano Farias da Costa; do presidente da Comissão de Planejamento Estratégico do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), conselheiro Moacyr Rey Filho; além do procurador-geral de Justiça do MPAM Alberto Rodrigues do Nascimento Júnior.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + cinco =