Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

Maternidade Ana Braga completa 20 anos de atuação e recebe homenagem na Aleam

A secretária da SES-AM, Nayara Maksoud, representou o governador Wilson Lima durante a sessão na casa legislativa


Referência no atendimento de urgência e emergência obstétrica e neonatal na Região Norte, a Maternidade Ana Braga, localizada na zona leste de Manaus, foi homenageada na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) pelos seus 20 anos de atuação. A solenidade aconteceu na manhã desta segunda-feira (6). A secretária de Estado de Saúde, Nayara Maksoud, participou da sessão, representando o governador Wilson Lima.

homenagem-aos-20-anos-da-maternidade-ana-braga-fotos-evandro-seixas-2

Foto: Evandro Seixas – SES

Durante a sessão especial, 21 profissionais da saúde, entre médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem foram homenageados com certificados de honra ao mérito. A propositura foi do deputado Sinésio Campos.

Atualmente, a maternidade dispõe de 256 leitos, mais de 1.600 colaboradores, e realiza em média 700 partos todo mês. Em seu discurso, Nayara Maksoud parabenizou todos os servidores da maternidade, em especial três médicos obstetras e uma técnico em enfermagem que integram o corpo técnico da unidade desde a inauguração: os médicos Amparo Amud, Laís Araújo e Moisés Seixas, além da técnica em enfermagem, Jumara Carioca.

A secretária também reafirmou que o legado da maternidade deve ser lembrado com muito respeito. “Reforço o compromisso da Secretaria de Saúde com a unidade, que é referência para o nosso estado, pela sua importância, grandeza e por tudo que oferta à população. Estou há 19 anos acompanhando essa rede, o crescimento, os desafios para fortalecer nosso SUS Amazonas e sei o quanto a população confia no trabalho desenvolvido na maternidade Ana Braga”, observou.

De acordo com o diretor da maternidade, Edilson Albuquerque, no último ano a unidade realizou mudanças importantes em procedimentos internos, como a implantação do colegiado gestor, espaço para as equipes apresentarem demandas e discutirem soluções, tornando assim o trabalho ainda mais alinhado e melhor desenvolvido ao paciente.

“Esse ano, como marco extraordinário e histórico, estamos desde novembro do ano passado com zero morte materna e isso é reflexo da assistência prestada, do compromisso de profissionais dedicados e motivados, além de ser influenciado pela modernização dos nossos processos de trabalho”, informou.

homenagem-aos-20-anos-da-maternidade-ana-braga-fotos-evandro-seixas-1

Foto: Evandro Seixas – SES

Maternidade referência

A Maternidade Ana Braga abriga um banco de leite humano, como parte da estratégia para redução da mortalidade neonatal no estado. A unidade também dispõe de Centro de Parto Normal Intrahospitalar (CPNI), onde são realizados partos humanizados, com atendimento multicultural para mulheres indígenas, quilombolas e pessoas com deficiência.

A maternidade Ana Braga também é referência no método Canguru, modelo de assistência iniciado durante a gravidez de risco e que segue até a alta do recém-nascido. A prática consiste em colocar o bebê em contato com o corpo dos pais, em uma posição semelhante a que o canguru carrega seus filhotes. Um dos pilares dessa prática é o estímulo ao aleitamento materno, incentivando a presença constante da mãe junto ao recém-nascido.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze + 1 =