Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

Maria do Carmo visita instituto que atua com PcDs

O Instituto PCD Juntos Somos Mais Fortes, fica localizado no bairro Parque 10 de Novembro


“A professora Maria do Carmo, que é reitora da Fametro, tem um histórico de parceria conosco. Ela é referência em inclusão, não somente pelo atendimento dos alunos em sua instituição, mas pela empregabilidade e capacitação de pessoas com deficiência”, disse o presidente do Instituto PCD Juntos Somos Mais Fortes, Nederson Iglas, que apresentou o trabalho multidisciplinar realizado pela entidade para a pré-candidata a prefeita de Manaus, Maria do Carmo Seffair (Novo-AM), em visita institucional realizada na manhã desta quinta-feira (6).

img-20240606-wa0041

Divulgação Novo-AM

“São mais de 90 pessoas com algum tipo de deficiência empregadas no Grupo Fametro, muitas já fazendo faculdade conosco. Temos alunos com vários tipos de necessidades especiais, desde o colégio até o ensino superior, e a gente busca oferecer todo o suporte que eles precisam para se desenvolverem e alcançarem autonomia”, disse Maria do Carmo.

Para a professora e pré-candidata à Prefeitura, a inclusão precisa ser vista com mais naturalidade.

“É falar menos e fazer mais. O poder público tem inúmeras possibilidades para efetivar as políticas públicas de inclusão sem precisar de gestos espetaculosos. O que falta é compromisso na efetivação das políticas públicas. É o simplesmente fazer”, criticou Maria do Carmo.

Acompanhando a visita, Jarbas Júnior concordou com a opinião da empresária, para ele há uma carência muito grande de medidas que possam criar oportunidade aos PcDs. “Manaus não tem acessibilidade para cadeirantes, para deficientes visuais, para os autistas. Eu espero que a professora Maria do Carmo levante essa bandeira e tire essa pauta da obscuridade. É preciso discutir as políticas públicas de inclusão com seriedade”, defendeu.

img-20240606-wa0039

Divulgação Novo-AM

Sobre o instituto

O Instituto PCD Juntos Somos Mais Fortes, localizado no bairro Parque 10 de Novembro, foi fundado há oito anos e tem como destaque o diagnóstico e a empregabilidade de Pessoas com Deficiência (PDCs). “A gente atua nas duas pontas, porque hoje em Manaus existe tanto a dificuldade para se conseguir o laudo e tratamento adequado, como também a capacitação e a inclusão dessas pessoas no mercado de trabalho”, destacou o presidente Nederson Iglas.

Os serviços de assistência jurídica, psicológica, fisioterapia e fonoaudiologia são alguns dos oferecidos no instituo, além de toda consultoria necessária para inserir pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 7 =