Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

Feira da Eduardo Ribeiro terá artesanato das etnias indígenas Baré, Tikuna e Sateré-Mawé, neste domingo

Promovido pela Fepiam, a ação fortalece a economia e a cultura dos povos tradicionais do Amazonas


Fortalecendo as atividades culturais e econômicas dos povos tradicionais, a Fundação Estadual dos Povos Indígenas do Amazonas (Fepiam) fará exposição e venda do artesanato indígena com as etnias Baré, Tikuna e Sateré-Mawé do Centro do Empreendedor Indígena Yandê Muraki, neste domingo (28) na Feira da Eduardo Ribeiro, bairro Centro, zona sul.

avenida-eduardo-ribeiro-bare-tikuna-satere-mawe-artesanato1

Foto: Fillipe Barroso/Fepiam

 

A Feira da Eduardo Ribeiro, que teve sua origem em 1999, continua sendo um ponto de convergência cultural e comercial na cidade. Das 7h às 12h, os visitantes poderão explorar uma variedade de adereços festivos, cordões, pulseiras, brincos e objetos de decoração, todos produzidos pelas mãos dos artesãos indígenas.

Segundo o diretor presidente da Fepiam, Nilton Makaxi, essa iniciativa não apenas oferece aos turistas e moradores de Manaus uma oportunidade única de adquirir produtos autênticos, mas também fortalece a economia dessas comunidades tradicionais. “Estamos felizes em promover essa iniciativa que valoriza o artesanato e a arte tradicional, além de fornecer uma fonte de renda para as comunidades indígenas”, desta Nilton Makaxi.

“Nosso objetivo é promover o desenvolvimento sustentável das comunidades indígenas, valorizando suas tradições e conhecimentos ancestrais e o espaço para os artesãos indígenas na Feira da Eduardo Ribeiro faz parte disso”, ressaltou Joabe Leonam, diretor-técnico da Fepiam.

Yandê Muraki

Com o apoio do Governo do Estado, por meio da Fepiam, o Centro do Empreendedor Indígena Yandê Muraki tornou-se um espaço fixo para os artesãos indígenas exportarem e comercializarem suas criações.

Cujo nome significa “Trabalho de Todos Nós” é um espaço de arte e cultura, reunindo uma variedade de materiais artesanais produzidos por indígenas de diferentes regiões e etnias do Estado do Amazonas. Além do artesanato, o local também oferece uma gama de produtos que vão desde vestimentas e acessórios até remédios naturais da floresta e pinturas corporais.

Atualmente, o Yandê Muraki conta com a participação de 37 profissionais e está localizado na rua Monsenhor Coutinho, 129, Centro, com horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + dezessete =