Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

Centro de Parto Normal do Instituto Dona Lindu recebe mudanças

Espaço foi inaugurado pelo governador Wilson Lima nesta quarta-feira (03/11), em mais uma ação que reestrutura a rede materno-infantil


Inaugurado nesta quarta-feira (03/11) pelo Governo do Estado, o Centro de Parto Normal Intra-Hospitalar (CPNI) do Instituto da Mulher Dona Lindu (IMDL) disponibilizará para a população uma estrutura que permite um atendimento humanizado, englobando um protocolo multicultural. O evento de abertura do espaço contou com a participação do governador Wilson Lima, reestruturando a rede materno-infantil.

Este é o segundo Centro de Parto Normal inaugurado pelo Governo do Estado. O primeiro foi o da maternidade Balbina Mestrinho, entregue em 2019, eleito no ano passado entre as 16 experiências exitosas da rede SUS na premiação Laboratório de Inovação em Enfermagem, da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e do Conselho Nacional de Enfermagem (Cofen).

(Foto: Arthur Castro/Secom e Diego Peres/Secom)

Humanização 

O atendimento no CPNI engloba o protocolo multicultural, para mulheres estrangeiras, indígenas, brasileiras e surdas. O acolhimento inclui o suporte de tradução em língua espanhola, inglesa, tikuna e Língua Brasileira de Sinais (Libras). Com a temática indígena, na suíte “Nascer do Sol” será disponibilizada a tradução do “Juramento do Pai”, durante o Corte do Cordão Umbilical, para língua tikuna.

Além da experiência de parto na água, o CPNI possui outras modalidades, estimulando o parto vertical, ou seja, com a parturiente em pé, sentada ou ajoelhada, propicia a gravidade. Na modalidade, a mulher estará ajudando o seu corpo no processo de nascimento, trabalhando a favor dele. A posição vertical faz ainda com que as contrações uterinas sejam mais eficientes.

Estrutura 

A suíte “Nascer das Águas” dispõe de banheira de hidromassagem para relaxamento muscular e amenizar as dores das contrações e iluminação especial para ajudar no acolhimento da paciente, utilizando modernas técnicas de cromoterapia.

Cada sala de parto conta com uma temática e decoração diferenciada para acolher a mãe e a família durante o processo da parturiente, além dos serviços de musicoterapia, reflexologia e escalda-pés. Todas as suítes estão equipadas com cama padrão PPP (Pré-Parto, Parto e Pós-Parto). A construção e compra dos equipamentos do CPNI foi realizada a partir de recursos da Rede Cegonha, liberados pelo Fundo Estadual de Saúde.

O atendimento humanizado no CPNI é realizado por equipe multiprofissional composta por enfermeiros obstetras e técnicos de enfermagem, além da equipe de retaguarda, formada por médicos obstetras, pediatras, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =