Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

Bases Fluviais causam danos de mais de R$ 121 milhões ao crime em cinco meses

Somente em maio, os danos causados ultrapassam R$ 12 milhões


As ações integradas das Forças de Segurança do Amazonas embarcadas nas Bases Fluviais Arpão 1, 2, Tiradentes e Governador Paulo Pinto Nery, causaram danos superiores a R$ 121 milhões ao crime, entre os meses de janeiro e maio deste ano. As unidades são coordenadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), e estão localizadas em pontos estratégicos dos rios Negro, Solimões e Madeira.

img-20240605-wa0028

Divulgação/SSP-AM

Conforme dados do Gabinete de Gestão Integradas de Fronteiras e Divisas (GGI-F), responsável pelo gerenciamento das Bases, os maiores danos foram causados a partir das apreensões de entorpecentes, que totalizaram R$ 107.353.575. Ao todo, foram apreendidas 3,5 toneladas de maconha do tipo skunk, 335 de cocaína e 270 de pasta-base de cocaína.

Além dos entorpecentes, foram apreendidas, ainda, 10,5 toneladas de pescado, 116 animais vivos, oito embarcações, três veículos, e mais de 2 toneladas de minérios e 14,5 quilos de ouro. Todas as apreensões estão no eixo do combate aos crimes ambientais.

Os dados do GGI-F mostram que, nos últimos cinco meses, foram apreendidos, também, 17,5 mil litros de combustíveis, mais de R$ 20 mil em dinheiro, 15 armas de fogo, 89 munições e 78 eletrônicos.

Conforme os dados, as apreensões resultaram na prisão de 59 pessoas. Os suspeitos foram autuados ou indiciados pelas equipes da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) que integram as Bases Fluviais.

img-20240605-wa0029

Divulgação/SSP-AM

 As Bases

Todas as quatro bases fluviais atuam de forma simultânea no combate aos crimes de narcotráfico, ambientais, biopirataria, roubo de embarcações, combustíveis, dentre outros. As unidades operam com equipes integradas das policiais Militar (PMAM), Civil (PC-AM), Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC), Corpo de Bombeiros, além de contar com o apoio da Marinha e Força Nacional.

As Bases estão localizadas em pontos estratégicos: a Base Arpão 1, nas proximidades de Coari; a Arpão 2, encontra-se próximo à Barcelos; Governador Paulo Pinto Nery, em Itacoatiara; e a Tiradentes, em Santo Antônio do Içá.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 12 =