Manaus,
×
Manaus,

Registrando

Exposição celebra figurinos da Sinhazinha da Fazenda, no Festival Folclórico de Parintins

Mostra reúne 08 trabalhos da figurinista Djane Sena para o item do boi Garantido


Acontece a partir desta terça-feira (18), no Palacete Provincial, localizado na Praça Heliodoro Balbi, S/N, Centro de Manaus, a exposição “Vestuário da Sinhazinha: expressões e cores em Parintins” da artista e figurinista Djane Senna. A mostra será lançada às 19h e se estenderá até o dia 13 de julho. A curadoria é de Paulo Holanda, docente da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O Palacete Provincial funciona as segundas, terças, quintas, sexta e sábado, das 9h às 17h. A entrada é gratuita.

img-20240617-wa0054

Foto: Daniel Brandão

Ao todo serão oito peças construídas para a personagem “Sinhazinha da Fazenda” do maior festival folclórico do mundo. A exposição tem apoio da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa (SEC).

Djane Senna atuou como figurinista do Boi Garantido por dois anos consecutivos. Estreou em 2022 com o vestido “Burbundy Linda Flor” para a Alvorada. Em 2023 ocupou cadeira na Comissão de Artes do Garantido e assinou o vestido “Cabocla de barro” inspirado na arte milenar da cerâmica, considerado por muitos como um dos mais belos figurinos de sinhazinha já apresentado no Festival de Parintins. Na terceira noite, trouxe o vestido “A Sinhazinha Vermelha”, releitura das sinhazinhas clássicas do Boi Garantido.

Todo o processo foi fruto da pesquisa de campo de sua dissertação de mestrado: “Festival de Parintins – Os bastidores da opera cabocla”, defendido pela Universidade Federal de Sergipe.

Em 2024, Djane dedica-se ao universo acadêmico, já que é a única Mestra em Cultura Popular do Norte do Brasil. Por isso, a artista aproveitou para fazer um balanço de sua produção ao longo dos dois anos dedicados à arena de Parintins.

“São oito figurinos que adornaram a performance de Valentina Coimbra e de sua substituta Noely Reis. Vestidos que foram projetados e construídos não para arena, mas, também, para eventos do calendário oficial do boi como ‘Festa da Alvorada’ ou lançamento de álbum musical”, explicou.

img-20240617-wa0053

Foto: Daniel Brandão

Inspirações e nominações

Egressa do curso de Artes da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Djane Sena revela que buscou em inúmeras manifestações artísticas, a inspiração para criar os figurinos. “Busquei na sétima arte, por exemplo, a ideia para criar o vestido ‘Burbundy Linda Flor’, inspirado no classico ‘E o Vento Levou’, do diretor Victor Fleming”, revelou.

A partir disso, Djane lançou algo inédito no festival, que foi nominar as obras criadas. “Todos os meus figurinos passaram a ter um nome como forma carinhosa de identificar cada criação que fiz para Sinhazinha da Fazenda, a exemplo do que acontece com as obras de arte. Meus figurinos são exclusivos e obras de arte”, enfatizou.

img-20240617-wa0055

Foto: Daniel Brandão

A exposição “Vestuário da Sinhazinha: expressões e cores em Parintins” começa nessa terça, 18 e vai até o dia 13 de julho. Tempo suficiente para o público que não foi ao festival conhecer um pouco do trabalho de centenas de artistas, que se dedicam a produzir o espetáculo de Parintins.

“Foram dois anos maravilhosos de aprendizado no Garantido. Tempo que me deu uma carga de experiência que levarei para o resto da vida e que contribuiu para aperfeiçoar técnicas que só um grande evento como o Festival de Parintins pode dar. Sou muita grata”, finalizou.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 5 =