Manaus, 4 de julho de 2022
×
Manaus, 4 de julho de 2022

Geral

Exposição ‘Objectivos da ARTE’ acontece nesta sexta-feira

Pelos Artistas: Ana Paula Abreu; Israel Mota e Lorena Rebeca  


A exposição “Objectivos da Arte” consiste na ideia do estrato material e o estrato ideal. O significado e o significante. A arte como manifestante sensível (material) e da ideia (do significado).

A ideia que sustenta a exposição é mostrar que cada obra de arte constitui uma totalidade intensiva, que reflete a realidade por meio da particularidade. A arte não capta os universais em sua pureza abstrata nem tampouco se prende ao sensível, mas reproduz o singular (o concreto) que expressa o universal (o abstrato), a aparência que expressa à essência. A síntese é o particular.

Os artistas selecionaram peças de seu acervo para representar a exposição “Objectivos da Arte”.

Israel Mota, estudante de Artes Visuais na Universidade Federal do Amazonas, nascido em 1997 com sua obra de maior relevância na exposição “Textuarte” (2019). O artista visual apresentará três pinturas: “A Máscara que chora” – 138,5 cm X 70 cm; “Olhos que choram” – 138,5 cm X 99 cm; “Rosto que chora” – 193,5 cm X 159 cm. Em sua poética afirma “Inicia com o processo de uma pintura primitivista, que define o sentimento da obra. Posto isso, a pintura gestual entra em ação para tentar abstrair qualquer sentimento já posicionado na obra.”. Suas peças falarão sobre a tristeza e como o ser humano tenta se esconder em seu próprio cotidiano, sendo isto representado pelas cores, muita das vezes, contrastantes e com uma pintura de intensos gestos pictóricos.

Lorena Rebeca, estudante de Artes Visuais na Universidade Federal do Amazonas com sua maior relevância na exposição “Textuarte” (2019). A artista visual apresentará uma série contendo cinco peças. A série Introsco: Estar dentro de si. A série compõe-se: Encontro de Morfeu (51 cm x 80 cm) – técnica mista; Desinibida Paixão (51 cm X 80 cm) – técnica mista; Medíocre felicidade garrida (51 cm X 80 cm) – técnica mista; Embelezando (78 cm X 58 cm) – técnica mista e Sem título (2m X 1,5 cm) técnica mista. A poética da artista se envolve na mitologia de Morfeu, o Deus dos sonhos provocador de ilusões em quem dormia em seu reino e então ao cair no sono se perdia em seus sonhos assim misturando a realidade com imaginação onde por fim nunca mais acordava.

Ana Paula Abreu, graduada em Artes Visuais pela Universidade Federal do Amazonas com sua obra de maior relevância “Por Dentro de mim” (2019) no Circuito de Arte Contemporânea de Curitiba. A artista visual apresentará a peça “Fragmentos” de (2 m X 2,5 m) – Acrílica sobre tecido. A poética consiste na representação de várias fases passadas pela artista perante a sociedade. O reconhecimento do sujeito (artista) que reflete a realidade por meio da particularidade e o objeto (mundo) que expressa o concreto, a aparência e a essência.

A disposição das peças para a exposição será de forma diferente com a intuição de tirar os visitantes de seus comportamentos naturais ao visualizar obras em galerias, e sim colocar os visitantes em posições “estranhas” para conseguir contemplar as obras.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code