Manaus, 4 de julho de 2022
×
Manaus, 4 de julho de 2022

Parintins

Zefinha Bistrô leva sustentabilidade ao Bumbódromo

Zefinha Bistrô ganha um aliado para a ilha da magia, a sustentabilidade e lança o selo sustentável #TriboDoBem


O sabor irresistível do Zefinha Bistrô ganha um aliado para a ilha da magia, a sustentabilidade. O restaurante amazonense que evidência o sabor amazônico com criatividade comandado por Selma Reis, Chef de cozinha, lança o selo sustentável #TriboDoBem e leva uma linha de louças com materiais sustentáveis aos camarotes que assina a produção no Bumbódromo, Parintins.

Selo sustentável #TriboDoBem (Foto: Divulgação)

Com quase três décadas no mercado, Selma Reis leva a assinatura do Zefinha para a ilha tupinambarana há 21 anos. Acostumada a divulgar a gastronomia amazonense por todos os lugares que passa, a empresária ergue a bandeira da preservação da natureza, tão defendida pelos bumbás Caprichoso e Garantido. Reis, contou ao Portal MZM que a preocupação com o consumo de descartáveis e o excesso de lixo já é antiga e que antes da pandemia realizava manobras pra reduzir a quantidade e tinha planos para levar materiais mais sustentáveis para a arena.

“Eu ficava sempre preocupada com aquele monte de lixo, pra onde que o lixo ia e pensava sobre isso, mas as condições de logística em gerais, trabalhar no Bumbódromo, são muitos difíceis e os descartáveis ajudava muito, deixava tudo mais prático pra gente. Comecei colocando (separando) o lixo pra pegarem latinha, para os pegadores de lata pegarem, pra não ficar misturado pelos cantos, depois eu comecei a pensar o que eu poderia fazer que a gente pudesse de alguma maneira contribuir com isso. O que eu fiz no último Festival em 2019, foi pedir aos clientes que me deixassem esterilizar os copos de acrílico para reutilizar no dia seguinte, o meu consumo de copos girava em torno de 10 mil unidades e nesse ano consegui utilizar um pouquinho mais de 4 mil, tive uma perda pequena e consegui recuperar bastante o número de copos”, explicou Reis.

Reis disse ainda que um pouco antes da pandemia de covid-19, viajou para São Paulo em busca de uma alternativa melhor para a redução do lixo, foi quando encontrou uma comunidade que fazia móveis e peças com papelão reciclado, encomendou todas as mesas, peças e louças sustentáveis, mas seus planos foram interrompidos pela pandemia e acabou tendo que cancelar o pedido. Este ano, quando retornou em busca da comunidade, eles já não faziam mais o projeto, efeito da tragédia causada pela covid-19. Confira no áudio a seguir:

Tribo do Bem

Acreditando na ideia de que quem trabalha no festival precisa levantar a bandeira da sustentabilidade e da preservação da natureza, evitando plásticos e dando preferência para materiais mais simples e recicláveis, não gerando tanto lixo para a Ilha Tupinambarana, Selma Reis foi em busca das louças mais sustentáveis e pensou no selo #TriboDoBem que será utilizado nas peças que leva à Parintins, tendo como intuito gerar a consciência coletiva em todos.

“A ideia é criar essa consciência em todos, por isso estou divulgando, a questão aqui não é uma promoção da minha empresa ou pessoal, isso é uma filosofia que eu tenho como amazonense, como cabocla, acredito que nós é que temos que preservar essa terra que a gente tanto ama”, disse Reis.

O menu de louças conta com barquinhas feitas de lâminas de madeira biodegradável no lugar dos pratos, copos de fibra de bambu que além de biodegradável é térmico, colheres de lâmina de madeira, garfos de bambu e bowls de bagaço de cana de açúcar. Confira no áudio a seguir o que Selma Reis fala sobre a escolha dos materiais da #TriboDoBem.

 

(Foto: Divulgação)

 

(Foto: Assessoria de Imprensa)

 

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code