Manaus,
×
Manaus,

Caprichoso e Garantido exaltam cultura amazônica na segunda noite

A última noite de apresentações acontece neste domingo (30)


O Caprichoso abriu a segunda noite do 57º Festival de Parintins, neste sábado (29), exaltando os povos indígenas e ribeirinhos com o tema Tradições: O Flamejar da Resistência Popular. O Touro Negro encantou o público com alegorias surpreendentes, mesclando toadas novas e antigas.

boi-caprichoso-3

Foto: Alex Pazuello/ Secom

Neste ano, o bumbá azul busca o título de tricampeão. O presidente da agremiação, Rossy Amoedo, está otimista e destacou que as duas noites de apresentação seguiram conforme planejado por toda a equipe, reforçando o trabalho dos últimos meses.

“Abrir o festival é uma responsabilidade muito grande, mesmo assim conseguimos dar um tom legal à festa, o Caprichoso se superou”, disse o presidente.

rossy-amoedo-presidente-boi-caprichoso

Foto: Alex Pazuello/ Secom

O boi azulado levou para a arena três alegorias que deixaram o público encantado. A Figura Típica homenageou o Pescador da Amazônia, com cores e movimentos cheios de detalhes, criação dos artistas Márcio Gonçalves e Marlucio Pereira.

A apresentação, conduzida por Edmundo Oran, foi animada e empolgante.

edmundo-oran-apresentador

Foto: Alex Pazuello/ Secom

O Levantador de Toadas Patrick Araújo também se destacou ao cantar “Feito de Pano e Espuma” ao lado do pianista João Gustavo Kienen, emocionando o público.

O espetáculo do Boi Caprichoso foi finalizado com o Ritual Indígena, Rito de Transcendência Marubo. A alegoria do artista Kennedy Prata trouxe a apresentação do Pajé Erick Beltrão.

A animação do item 19, formado pela galera, contou com a participação da paulista Marina Marins, que veio com um grupo de amigos para ver de perto o Touro Negro. É a segunda vez da jovem no festival.

lenda-amazonica

Foto: Alex Pazuello/ Secom

 

Garantido encerra noite e leva Bumbódromo ao delírio

Na segunda noite de apresentações do 57º Festival de Parintins, promovido pelo Governo do Amazonas, o Boi Garantido encerrou a festa levando o tema ‘A Cidade de Lindolfo’, como parte do projeto ‘Segredos do Coração’. Este ano, as apresentações acontecem nos dias 28, 29 e 30 de junho.

garantido-2-2

Foto: Mauro Neto/Secom e Euzivaldo Queiroz/Secretária de Educação e Desporto Escolar

Dentro do Bumbódromo, o boi vermelho e branco levou a materialização do sonho do criador. No conjunto do espetáculo, o cultivo da dança, do canto e da brincadeira de boi-bumbá foram apresentados para a galera, que foi ao delírio com os módulos alegóricos e itens.

Para membro da Comissão de Artes do Garantido, Rivaldo Ferreira, a primeira noite foi um momento de resgate da identidade do boi vermelho e branco. Neste segundo dia, o tema leva a todos para dentro da casa do fundador do bumbá: Lindolfo Monteverde.

“O Garantido é isso, o Garantido é emoção. Hoje, a apresentação nos remete a grande emoções, porque vamos contar a história de Lindolfo Monteverde e mostrar a cidade de Lindolfo, que é o berço sagrado de toda uma nação campeã”, destacou o membro da Comissão de Artes do Garantido, Rivaldo Ferreira.

membro-da-comisssao-de-artes-rivaldo-ferreira

Foto: Mauro Neto/Secom e Euzivaldo Queiroz/Secretária de Educação e Desporto Escolar

Um dos grandes momentos da noite foi a aparição do icônico ‘Belezão’, um Boi Garantido gigante, que solta uma essência de patchouli pela arena. O apelido surgiu na sua primeira aparição, em 1985, quando o bumbá apareceu majestoso na arena e fez a galera o apelidar de ‘Belezão’. A última aparição dele foi em 2018.

Outro esperado momento foi a aparição da sinhazinha do Boi Garantido, que surgiu de dentro de uma alegoria representando o coração, símbolo do bumbá vermelho e branco. Valentina Coimbra, representante do item 7 do Festival de Parintins.

aprsentacao-garantido

Foto: Mauro Neto/Secom e Euzivaldo Queiroz/Secretária de Educação e Desporto Escolar

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão . Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezessete + 20 =