Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

MPAM recebe a visita de estudantes de direito da UEA

Passagem de acadêmicos pelo órgão, na manhã desta sexta (05), integra o projeto “MP nas universidades”


Pelo projeto “MP nas Universidades”, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), recebeu a visita institucional de 34 acadêmicos do curso de direito da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). A ida dos alunos aos setores do MPAM aconteceu na manhã desta sexta-feira (5).

img-20240705-wa0029

Foto: Hirailton Gomes

Coordenador do Ceaf, o promotor de Justiça João Gaspar Rodrigues reforça que a iniciativa tem como objetivo aproximar a instituição das universidades públicas e privadas para levar conhecimento das atribuições e estrutura do Ministério Público.

“A integração entre as universidades e o Ministério Público é fundamental. Essa colaboração permite que os estudantes compreendam nosso trabalho e entendam as responsabilidades atribuídas aos membros e promotorias, além de conhecerem os canais de denúncia disponíveis. Esse diálogo fortalece o estado democrático de direito e inspira os estudantes a considerarem a possibilidade de serem parte da nossa instituição no futuro”, afirmou o promotor João Gaspar.

Durante a visita os estudantes acompanharam palestras dos três novos promotores de Justiça, Ney Costa Alcântara de Oliveira Filho (comarca de Guajará), Ana Carolina Arruda Vasconcelos (Nhamundá) e Jéssica Vitoriano Gomes (Novo Aripuanã), que discursaram sobre a importância das atividades extracurriculares como estágios para a iniciação profissional.

Os alunos conheceram o Centro de Apoio Operacional de Inteligência, Investigação e Combate ao Crime-Organizado (Caocrimo/Gaeco), onde foram recepcionados pelo promotor de Justiça Igor Starling Peixoto. Aos acadêmicos, o promotor falou sobre combate à corrupção, auxílio às promotorias criminais e aos órgãos externos de controle, realização de júris e atuação conjunta com outros ramos do Ministério Público brasileiro via Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC).

Os estudantes passaram ainda pela 63ª Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa da Ordem Urbanística, onde puderam acompanhar a rotina do promotor de Justiça Paulo Stélio Sabbá Guimarães e aprender como se recebe uma denúncia, as etapas necessárias para a instauração de um procedimento administrativo por parte do MPAM antes de realizar uma recomendação e a doutrina do Ministério Público resolutivo.

“É com muita satisfação que recebemos os estudantes de direito. Isso faz a gente relembrar, porque eu também fui acadêmico e estagiário aqui do MP e essa oportunidade me abriu um horizonte muito grande. Eu comecei a sonhar em ser promotor de Justiça naquele momento, então eu tenho uma satisfação muito grande em conversar com essa juventude e mostrar para eles a importância da instituição do Ministério Público. Essa troca é espetacular”, finalizou o promotor de Justiça Paulo Stélio Sabbá Guimarães.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + 16 =