Manaus,
×
Manaus,

Amazonas

“Juntos Pela Vida”: Mais oito escolas alcançam 80% de cobertura vacinal com projeto do MPAM

Balanço do ano tem 29 escolas auditadas, sendo 23 da zona rural


O projeto “Juntos Pela Vida”, do Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM), via Centro de Apoio as Promotorias de Proteção e Defesa dos Direitos Constitucionais do Cidadão (CAO-PDC), teve uma semana agitada e cheia de conquistas, do dia 19 a 21 de junho. Ao todo, oito escolas da rede municipal de ensino infantil, entre as zonas rural e urbana, foram auditadas e obtiveram o selo da iniciativa por superarem 80% de cobertura vacinal.

img-20240624-wa0017

Foto: Divulgação

Na ocasião, as creches Maria Luiza da Conceição Silva e Prof.ª Luzenir Farias Lopes, atingiram 90.58% e 93.75% respectivamente, ambas atendendo 176 alunos cada. Já as escolas Manoel Chagas, São Luiz de Gonzaga, Raul Pompeia, São Sebastião 1, Arthur Virgílio Filho e Eva Gomes do Nascimento superaram os índices com maestria: 95.91%; 96.87%; 93.75%; 87.87%; 84.32% e 91.59%, respectivamente.

Segundo a procuradora de Justiça Delisa Olivia Vieiralves Ferreira, coordenadora do projeto e do CAO-PDC, as auditorias têm sido um sucesso na cobertura vacinal, “Finalizamos a semana com a escola Eva Gomes do Nascimento e, no total, já são 29 escolas municipais auditadas em 2024, que irão receber o selo. A expectativa é bem grande, pois temos mais de 250 escolas inscritas e até agora temos conseguido um percentual de vacinação bem maior que os anos anteriores”, comentou.

De acordo com Dayse Sicsu Teixeira, gestora da escola Manoel Chagas, a parceria com o MPAM tem sido muito importante e emocionante. “Conscientizar é difícil, mas, graças a Deus, com luta e paciência conseguimos ultrapassar a marca de 84% do ano passado e hoje conseguimos 95.91%. É muito gratificante você fazer um trabalho e ver esse resultado”, celebrou.

Balanço das escolas

Até o momento, o projeto “Juntos Pela Vida” já auditou 29 escolas em 2024, sendo, destas, duas creches atendentes de alunos de 1 a 3 anos, dois centros municipais de educação infantil (CMEI), além de uma escola municipal de ensino fundamental (EMEF) urbana e 23 rurais. Todas as instituições alcançaram bom percentual de vacinação, acima dos 80% necessários para o certificado, previstos no edital no projeto.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + 10 =