O começo do ano é marcado por premiações dos mais diversos tipos. Dessa vez, o British Academy of Film and Television Arts (BAFTA 2020) foi o lugar onde atrizes famosas apostaram no indefectível conceito do look “total black”, mas com o básico toque de requinte e glamour que a prestigiada premiação britânica de cinema exige.

A atriz Rooney Mara foi a atriz que mais se destacou no tapete vermelho por ser fiel ao seu estilo gótico-romântico, e escolheu um alta-costura da coleção verão 2020 da marca Givenchy que conversa perfeitamente com o saltinho delicado de ponta fina e o coque alto arrematado com fita de cetim. Perceba como a falta de joias ou adereços também foi uma escolha inteligente para dar mais visibilidade ao vestido.

Rooney Mara (Foto: News Photo)

Lily-Rose Depp decidiu ressignificar o conceito de “mulher sexy” usando a transparência da renda em um vestido Chanel preto com alças finas sob um macacão com mangas até o pulso, finalizado com pulseiras de rubis também Chanel, e perneiras com babados e uma fenda na altura da coxa. A parte do corpo exposta contrasta com o que é escondido, e abre espaço para o imaginário.

Lyli-Rose Deep (Foto: Getty Images)

Famosa por seu papel de secretária sexy desde 2012, Naomie Harris Attend levou os fotógrafos à loucura quando pisou no tapete vermelho com o pretinho básico longo, de silhueta marcada, lantejoulas metálicas, franjas e fenda até a altura da coxa, da Michael Kors Collection. O salto alto e a clutch, ambos Jimmy Choo, arrematam o look que segue a tendência de combinar com poucos acessórios ou joias – também escolhidas a dedo pela produção da atriz, que usou brincos e anéis de Jessica McCormack.

Naomie Harris Attende (Foto: Celebjar)

Gillian Anderson, de Sex Education (Netflix), mostrou que não tem idade limite para usar um tomara-que-caia e ousou com seu vestido exclusivo Camilla & Marc, combinado com clutch de veludo vermelho Anya Hindmarch, duas marcas britânicas não tão conhecidas assim. Aqui, as joias Tiffany & Co. dão todo o toque clássico e charmoso da atriz

Gillian Anderson (Foto: Celebmafia)

O que poucas pessoas sabem é que o BAFTA 2020 quis fazer diferente e, ao convidar os artistas, os organizadores pediram para que considerassem usar roupas que já possuíssem ou que escolhessem alguma opção sustentável. Desde viagens e alimentação, marcas e materiais, o BAFTA quis garantir que as premiações a partir de agora sejam “o mais sustentável possível”. O próprio tapete vermelho do evento era 100% reciclado.

Sendo assim, não sei ao certo quantos seguiram à risca essas instruções, mas não podemos negar que a ideia é bastante interessante e pertinente nos dias de hoje. Ainda mais quando os próprios artistas repercutem esses discursos nos palcos de premiações como esta. O que vocês acham?

Leia também...