Manaus, 30 de junho de 2022
×
Manaus, 30 de junho de 2022

Geral

Mulheres farão homenagem especial a Arlindo Jr. no Carnaboi


Quando o “Canto da Iara” for entoado na 20ª edição do Carnaboi, na Segunda-Feira de Carnaval (24/02), o público viverá um momento especial com a homenagem que as cantoras Márcia Novo, Márcia Siqueira, Mara Lima e Vanessa Alfaia farão a Arlindo Jr., falecido em dezembro de 2019 e responsável por abrir espaço para as mulheres na cena do boi-bumbá.

A apresentação das cantoras está marcada para começar às 19h50, no Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho – Sambódromo, quando Mara Lima e Vanessa Alfaia sobem ao palco para representar o Caprichoso e receber Jardel Bentes.

“É uma grande honra fazer parte do time das mulheres cantoras de toadas. Eu venho lutando há muito tempo para entrar no Carnaboi, que, agora, terá quatro mulheres, uma vitória”, afirma Vanessa Alfaia, que estreia no evento.

Quem também participa pela primeira vez como cantora solo no Carnaboi é Mara Lima, que já marcou presença na maioria das edições como backing vocal.

“É gratificante a força da voz feminina na toada, cada vez mais se renovando e se fortalecendo, em especial neste ano em que homenageamos o Pop da Selva. O Arlindo Jr. era uma pessoa que sempre valorizava as mulheres, sempre deu muita importância em ter cantoras no palco, não apenas como backing vocals”, destaca Mara Lima.

“Ele foi uma das pessoas que mais valorizaram tudo isso, e nós estaremos no Carnaboi para fazer a diferença, para mostrar que mulher também é capaz de estar na toada. Estou muito feliz, e o sentimento é de gratidão desde já”.

A partir das 20h40 será a vez do Garantido, com Márcia Siqueira e Márcia Novo. A dupla receberá como convidado Black Marialva.

“É um ano muito importante para a mulher no boi-bumbá, porque conquistamos espaço, e cantar ‘Canto da Iara’ terá uma representatividade muito grande”, comenta Márcia Siqueira, que participa do Carnaboi desde 2013. “Além da toada ser a cara do Arlindo Jr., ele teve uma contribuição importante, porque foi ele quem convidou a Ana Carvalho, primeira mulher a colocar a voz na toada. Ele abriu espaço, e hoje nós estamos colhendo”.

Márcia Novo reforça o discurso e ressalta que a participação do quarteto será um marco na cena do boi-bumbá.


“Será o momento das mulheres. A gente se uniu para ter esse espaço e todo mundo recebeu de maneira positiva. Vai ser apoteótico”, garante Márcia Novo. “Preparamos um show muito especial, a nossa geração vem para mostrar que toada também é emocionante na voz de uma mulher”.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code