Manaus, 30 de junho de 2022
×
Manaus, 30 de junho de 2022

Geral

Marcella Bártholo no elenco de “Cartas para Gonzaguinha”

A amazonense permanece no cast do musical no teatro Riachuelo, Rio de Janeiro


Começa nesta quarta-feira (10) a segunda temporada do musical “Cartas para Gonzaguinha”, no Teatro Riachuelo, no Rio de Janeiro, que traz no elenco a cantora amazonense Marcella Bártholo. O espetáculo estreou em fevereiro – com três apresentações, dias 06, 13 e 20 – e, por conta da excelente aceitação do público, volta a ser exibido nos dias 10, 17 e 24 de abril.

Marcella Bártholo e elenco (Foto: Caio de Biasi / Divulgação)

O espetáculo conta passagens da vida e obra do cantor e compositor Gonzaguinha. A filha do cantor, Fernanda Gonzaga, assina a pesquisa de “Cartas para Gonzaguinha”. A direção geral é de Rafaela Amado, uma das fundadoras da Cia de Teatro Os Privilegiados. Entre 1990 e 1996, atuou como atriz e diretora assistente em inúmeros espetáculos organizados e dirigidos por Antonio Abujamra, entre eles, “Um certo Hamlet” , “Fedra de Racine ” e “Exorbitâncias”. Como diretora, destacam-se: “Cora e Adélia, um Dedo de Prosa”; “O Jardim Secreto”, indicado em 6 categorias ao prêmio Zilka Salaberry e ganhador do melhor espetáculo FITA/2012 .

Marcella Bártholo e elenco (Foto: Caio de Biasi / Divulgação)

A direção musical é assinada por João Bittencourt. Em 2011, ele foi indicado ao Prêmio Shell de Teatro, na categoria Melhor Música, pelas composições do espetáculo “R&J de Shakespeare – Juventude Interrompida”, dirigido por João Fonseca. Em 2013, foi indicado ao Prêmio Cesgranrio de Teatro, pela direção musical do espetáculo “Na Bagunça do Teu Coração”. Como pianista e acordeonista, acompanhou Bibi Ferreira por 11 anos.

No elenco do espetáculo, estão 23 jovens atores e cantores. Dentre eles, a amazonense Marcella Bártholo, que hoje reside no Rio de Janeiro, onde dedica-se à carreira nacional e ao aprimoramento profissional. Marcella participou de audições para o musical e foi selecionada. Em “Cartas para Gonzaguinha”, ela cumpriu um intenso trabalho de preparação, envolvendo dança, canto e interpretação.

A primeira temporada do espetáculo, segundo ela, foi emocionante. “Casa lotada e a plateia cantando e chorando com a gente. Foi maravilhoso”, relatou. Para ela, uma oportunidade incrível para mostrar o seu trabalho nacionalmente, dando-lhe a oportunidade de apresentar versatilidade no palco, ao poder atuar e cantar.

Estar no elenco desse espetáculo, disse ela, é uma honra e um grande desafio. As músicas de Gonzaguinha, em especial “Sangrando”, já fazem parte do seu repertório, inclusive do musical “Dream”, apresentado pela cantora em 2017, no Teatro Amazonas.

Sobre o musical

Por meio da obra musical de Gonzaguinha, o espetáculo retrata momentos importantes da história do Brasil, na década de 80, quando o país dava os primeiros passos rumo à redemocratização.

As músicas de Gonzaguinha narram, na peça, a luta de José e de outros funcionários de uma fábrica ameaçados de perderem seus empregos. Falta não só dinheiro, mas também liberdade e direitos. Nessa época, Gonzaguinha pediu ao público que lhe enviasse cartas respondendo à seguinte (profunda e simples) pergunta: O que é a vida? As muitas respostas culminaram na composição de um dos maiores sucessos de sua carreira, “O que é, o que é? A pergunta ecoa também na trajetória dos personagens, durante todo o musical.

Sobre o compositor

Gonzaguinha, filho do cantor e compositor pernambucano Luiz Gonzaga, é autor de inúmeros sucessos que o consagraram nacionalmente, como “Começaria Tudo Outra Vez”, “Explode Coração”, “Grito de Alerta”, “Lindo Lago do Amor” e “O que é o que é”, dentre tantos outros que lançou no mercado. Suas canções foram também gravadas por grandes intérpretes da MPB, como Maria Bethânia, Zizi Possi, Simone, Elis Regina e Fagner.

 

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code