Manaus, 2 de dezembro de 2021
×
Manaus, 2 de dezembro de 2021

Geral

Alec Baldwin acerta diretora com tiro acidental em set

Diretora de fotografia Halyna Hutchins, de 42, não resistiu de tiro feito por arma empunhada por ator e morreu


Durante uma cena, o ator Alec Baldwin, de 63 anos de idade, disparou uma arma cenográfica no set de gravações do filme Rust, no dia 21 de outubro, e matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins. O diretor do filme, Joel Souza, também ficou ferido no ombro, mas sobreviveu.

Vítimas

Baldwin estava gravando as cenas do longa-metragem em Santa Fe, Novo México, nos Estados Unidos, quando disparou a arma. Halyna, de 42 anos, teve ferimentos do tiro na região do estômago e foi levada de helicóptero para um hospital em Albuquerque, a cerca de 102 quilômetros de distância. Poucas horas depois, a morte da diretora foi confirmada. Joel também sofreu ferimentos na região do ombro e foi levado para o hospital de ambulância. Ele recebeu alta hospitalar na manhã da quinta-feira, 22 de outubro.

(Foto: Divulgação)

Arma utilizada no set

De acordo com um e-mail enviado para a associação International Alliance of Theatrical Stage Employees, a arma usada por Baldwin teve uma “rodada” de munição real. Segundo o site IndieWire, o responsável pelos adereços e instrumentos utilizados no filme não era registrado na associação. Em vez de balas de verdade, as armas usadas em filmes são preenchidas com pólvora ou um pedaço de plástico ou papel, que produz fumaça e um estrondo, mas não há riscos de causar ferimentos.

Alec Baldwin

A polícia, que foi chamada no local, investigou o caso e revelou que Baldwin foi responsável pelos disparos. Alec foi fotografado chorando muito após sair da delegacia. O irmão dele, Stephen Baldwin, publicou uma mensagem no Instagram, pedindo orações dos fãs e amigos. Testemunhas estão sendo ouvidas pela polícia, mas Alec ainda não recebeu acusações formalmente.

No Twitter, Alec se pronunciou: “Não há palavras para descrever meu choque e tristeza sobre esse trágico acidente que tirou a vida de Halyna, uma mãe, uma mulher e profundamente admirada por tantos colegas. Eu estou cooperando com a investigação policial para falar sobre como isso aconteceu e estou profundamente tocado por seu marido, estou oferecendo apoio para ele e sua família. Meu coração está despedaçado por ele, o filho dos dois e todos que conheciam e amavam Halyna.”

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code