Manaus, 26 de maio de 2022
×
Manaus, 26 de maio de 2022

Cidade

Servidores do TCE-AM, com mais de 60 anos, entram em home office até o dia 31 de janeiro

A decisão foi do conselheiro-presidente Erico Desterro


Sensibilizado pela alta no número de casos de Covid-19 no Amazonas e para dar mais segurança aos idosos que são servidores do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), o conselheiro-presidente Érico Desterro suspendeu, até o dia 31 de janeiro, as atividades presenciais dos servidores e terceirizados da Corte de Contas com mais de 60 anos.  “Essa é uma medida de extrema importância, sobretudo para proteger nossos servidores e terceirizados idosos, já que são um dos principais grupos de risco dessa doença”, destacou o conselheiro Érico Desterro, ao informar que os servidores atuarão em home office até a melhora no quadro epidemiológico da doença no Estado.
A determinação foi publicada na Portaria N° 45/2022 do Diário Oficial desta sexta-feira (14). Os servidores afetados pela decisão passam a desempenhar suas atividades em home office a partir da próxima segunda-feira (17).  Já os funcionários que continuarem presencialmente na Corte de Contas continuam a seguir rígidos protocolos de segurança sanitária e medidas de prevenção à Covid-19 e à Influenza, entre eles o distanciamento social, uso integral de máscaras de proteção, além de higienização do ambiente de trabalho e uso de álcool em gel, protocolos que seguem modelos adotados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e Superior Tribunal de Justiça. A exigência de carteira de vacinação para adentrar no TCE continua válida.

Preservar os servidores maiores de 60 anos, até o final de Janeiro foi a decisão de Erico Desterro, presidente do  TCE-AM

“Vale ressaltar que todos os servidores da Corte de Contas estão vacinados, essa foi inclusive uma exigência para que eles pudessem retornar às atividades presenciais na sede do Tribunal após o período de recesso, que apresentassem o comprovante de que tomaram no mínimo duas doses da vacina, exigência essa que também vale para o público externo”, ressaltou o conselheiro-presidente. Além da decisão da extensão do home-office para servidores e terceirizados a partir de 60 anos, outras medidas estão em curso no TCE-AM, entre elas a proibição da entrada e permanência de servidores com sintomas gripais, que passam a receber acompanhamento de forma remota pela Diretoria de Saúde (Disau) da Corte de Contas.
Boletim
Conforme boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), somente nesta sexta-feira (14) foram diagnosticados 2.782 novos casos de Covid-19 no Estado. O boletim também destaca que o número total de mortes pela doença no Amazonas chegou a 13.856.

Você também pode gostar...

Os comentários são de inteira responsabilidade do autor e não expressam a opinião do Portal Mazé Mourão. Você pode ser denunciado caso comente algo racista, injúria ou conteúdo difamatório.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

code